FILME PELÉ ETERNO

FILME PELÉ ETERNO
A prova definitiva de quem é o melhor jogador de sempre

segunda-feira, 30 de março de 2015

FOTO do DIA: Hoje não trabalhamos porque vamos ver Pelé:-)




Grande era a euforia por parte dos mexicanos para verem o Rei Pelé 
durante a Copa do Mundo de 1970, realizada no México. 
A presença da Seleção Brasileira e de seu astro maior fez até mesmo 
os teatros da capital mexicana entrarem em “greve” e pararem suas atividades. 

Um cartaz afixado na porta de um dos teatros dizia: 
“Hoy no trabajamos porque vamos a ver Pelé”.
(Dois anos antes, em Bogotá, capital da Colombia, já havia acontecido a mesma coisa,
 quando Pelé e o Santos FC estiveram lá para jogar um amistoso 
contra a seleção olímpica colombiana
Havia cartazes com frases parecidas com esta.)



Atores e funcionários da ANDA - Associação Nacional dos Artistas - 
manifestavam assim o desejo de verem Pelé jogar. 
Em campo, o Rei não decepcionou seus súditos e, com seus quatro gols, 
comandou a Seleção Brasileira na conquista da 3ª Copa do Mundo em 1970,
conseguindo assim o Brasil o direito de ficar com a Taça Jules Rimet para sempre.
O cartaz imortalizado em azulejos numa parede do Teatro Degollado.


Aqui a fachada do imponente Teatro Degollado, em foto do governo de Guadalajara.
Tem capacidade para 1.600 pessoas, fica bem no centro da cidade e é um orgulho da cultura mexicana. Obra iniciada em 1855, pelo então governador de Jalisco, José Santos Degollado, e concluida em 1866.
Inicialmente foi batizado como Teatro Alárcon, em homenagem ao dramaturgo Juan Ruiz de Alarcón y Mendoza, depois mudou, em homenagem ao seu criador.

domingo, 29 de março de 2015

Bastava-lhes ver um gol de Pelé. O resto do jogo não tinha a menor importância:-)


Esta é mais uma das muitas incríveis histórias sobre o Rei Pelé, 
e aconteceu em 1972 em Trinidad e Tobago...
Quem nos conta esta história é Pepeex-ponta-esquerda do Santos, 
que jogou e conviveu durante 10 anos com Pelé no clube e na Seleção Brasileira.


Pelé e Pepe, nos anos 60 e em 2014
"O Santos FC foi jogar por lá. Eu já tinha parado de jogar e era na época o técnico do Santos. O estádio estava superlotado. Muito modesto, mas não cabia mais ninguém."

"O jogo era às 8 da noite, mas às 9 da manhã já estava cheio. Pelé era a atração do jogo. Todos foram lá para ver Pelé. O jogo começou, aquela correria."

"Aos 43 minutos, Edu faz um cruzamento e Pelé marcou um gol de cabeça."



"A torcida invadiu o campo e acabou o jogo. Isso mesmo!
O jogo acabou aos 43 do primeiro tempo. Nunca ouvi falar nisso."

Após o gol de Pelé, a multidão invadiu o campo e carregou o Rei nos ombros
"O povo carregou o Pelé nas costas e saiu com ele pela cidade. Ele ficou preocupadíssimo. Não sabia para onde o estavam levando."

"Estava morrendo de medo de acontecer alguma coisa. Podia aparecer um maluco ali no meio. Só largaram o Pelé no centro da cidade, em frente ao hotel onde estávamos hospedados."

E aqui abaixo, mais uma versão desta história incrível:-)

Era para ser apenas uma viagem rapidinha ao Caribe. O destino, a paradisíaca Trinidad e Tobago, o mar verde de ondas calmas e coqueirais de coquinhos amarelos. Uma pausa à rotina de jogos do Campeonato Brasileiro, apesar do bate e volta no meio da semana. De novo a delegação perdeu o encanto ao deixar o aeroporto. O exército estava nas ruas em combate numa guerra civil que só então souberam já havia derrubado centenas de pessoas. 

– Não acredito que nos trouxeram para um lugar desses – exclamou o zagueiro Vicente. 
O elenco do Santos F.C. de 1972: da esquerda para a direita, 
Em pé; Cejas, Orlando, Cláudio, Vicente, Paulo, Carlos Alberto Torres, Zé Carlos, Léo, Pitico, Marçal, Altivo, Joel Mendes, Edvar, Murias, Marinho e Clodoaldo. 
Agachados: Jair da Costa, Manoel Maria, Afonsinho, Adilson, Pelé, Nenê, Edu, Ferreira, Brecha, Alcindo, Jader e Turcão.
A tensão diante de tantos milicianos armados perdurou até a hora do jogo. Enquanto o time se equipava, alguém jogou uma bomba de gás lacrimogêneo no vestiário. Bateu o pavor e alguns militares cercaram a delegação para protegê-los de novos atentados. Pelé, Vicente, Pepe, Edu, Oberdan foram a campo com uma toalha molhada ao rosto. 

Pelé e os jogadores da Seleção de Trinidad e Tobago.
Na maioria da vezes, em qualquer lugar onde Pelé fosse jogar,
os jogadores adversários pediam autógrafo e faziam questão de tirar fotografia com o Rei.
Pelé marcou o único gol da vitória sobre a seleção do país – o que reforça a tese de Oberdan sobre o interesse dele em liquidar o jogo e voltar a salvo para casa o mais rápido possível. Mas desta vez não foi tão fácil. Feito o gol aos 43 minutos do primeiro tempo, a torcida invadiu o gramado. E colocaram Pelé sobre os ombros, e o jogo se encerrou. 
Bastava-lhes ver um gol de Pelé. O resto seria festa
E "sequestraram-no" para fora do estádio em um cortejo alegre em direção ao centro da cidade comemorando a glória de presenciar um gol do brasileiro mágico – tudo acompanhado de perto pelo exército. 

Nos ombros da multidão, Pelé gesticulava e agradecia. Ele tinha algum receio e ansiedade sobre o que estava acontecendo, mas no fundo sabia que a multidão não ia fazer qualquer mal a ele, era apenas um momento de alegria no meio de tanta tristeza causada pela guerra civil. Só foi "resgatado" minutos depois. A delegação antecipou o voo de volta. 
Aquele dia de folga no mar do Caribe ficou para uma outra excursão:-)

sexta-feira, 27 de março de 2015

Parte 1 - Vai ser muito difícil igualar Pelé porque...


Olhando a imagem acima, podemos chegar a várias conclusões.

Na história do futebol, até a data de hoje, Pelé apenas foi superado em títulos da Copas do Mundo por... 3 países.


Pelé precisou de 12 anos ( 1958-1970 ) para vencer 3 Copas do Mundo

A atual campeã do mundo Alemanha levou 36 anos vencer 3 Copas do Mundo, 
e precisou de 60 anos vencer 4 Copas e ultrapassar o Rei...
A Itália precisou de 58 anos ( 1934-1982 ) para vencer 3 Copas do Mundo, 
e precisou de 72 anos ( 1934-2006 ) para vencer 4 Copas e ultrapassar o Rei...


Foram precisas 2 gerações de italianos / 3 gerações de alemães para
 igualar o que Pelé fez em 12 anos...

E foram precisas 3 gerações de italianos / 4 gerações de alemães para  superar o que Pelé fez em 12 anos...


Pelé tem 1 Copa do Mundo a mais do que Uruguai e Argentina... e mais duas do que Espanha, França e Inglaterra...

Pelé tem tantas Copas do Mundo quanto Espanha, Inglaterra e França juntas...

O troféu Atleta do Século XX
entregue a Pelé em Paris, em 1981.

Há mais, mas estas 5 frases acima refletem muito bem a dimensão de Pelé e porque ele é o maior esportista de todos os tempos, não apenas no futebol, mas em todas as modalidades esportivas.

Convém sempre lembrar que Pelé 

foi eleito o Atleta do Século XX
onde ele concorreu com todos os grandes nomes da história de todas as modalidades esportivas. 
Mas este é um assunto para outro post:-)

A Champions League por exemplo, como a maioria dos torneios de futebol pelo mundo, joga-se todos os anos. Se voce perder na temporada anterior, voce tem a chance de recuperar ou vencer na temporada seguinte.


A Copa do Mundo joga-se de 4 em 4 anos
por isso a dificuldade é muito maior.Se voce perder e se voce tiver a sorte de jogar a próxima, voce certamente na Copa seguinte será 4 anos mais velho...


Uma imagem vale mais que mil palavras...
tão perto e tão inalcançável
As atuais maiores estrelas do futebol mundial, Messi e CR7, já estão chegando aos 30 anos, já jogaram 3 Copas do Mundo e o máximo que eles conseguiram foi um 2º lugar em 2014 (foto ao lado ) e um 4º lugar em 2006 ( foto abaixo ), respectivamente...

*Messi na sua 1ª Copa em 2006 com 19 anos de idade, não fazia parte do 11 inicial. Ele ficou no banco de suplentes e entrou em campo a meio de alguns jogos. Apenas uma vez fez parte do 11 inicial. Marcou um único gol.
Na Copa do Mundo em 2006, CR7 com 21 anos de idade
conseguiu o 4º lugar com a seleção portuguesa.


Em 2018 Messi e CR7 terão 31 e 33 anos de idade respectivamente...
estarão eles jogando com a mesma intensidade e qualidade em 2018, 
a ponto de conseguirem ganhar uma única Copa do Mundo???


E para igualar as 3 Copas que o Rei tem, eles teriam de vencer as próximas 3. Messi teria 31, 35 e 39 anos de idade, e CR7 teria 33, 37 e 41 anos de idade.




E ainda assim, mesmo se vencessem as 3 próximas Copas, não seria suficiente para ultrapassar o Rei , porque Pelé quando venceu sua 3ª e última Copa, tinha 29 anos de idade, e hipoteticamente, seria 2 e 4 anos mais novo do que Messi e CR7 respectivamente, se algum deles conseguir vencer a próxima Copa em 2018.

Este é apenas um dos vários abismos que separam Pelé de todos os outros jogadores, 
porque enquanto alguns sonham em apenas participar, 
outros sonham em ultrapassar a fase de grupos, 
outros sonham em chegar à final 
e muitos outros sonham em vencer uma única Copa do Mundo, 
Pelé com 17 anos de idade, já havia ganho uma Copa do Mundo, 
com 21 já havia ganho duas, 
e quando tinha 29 anos de idade
já havia ganho 3!!!

Aqui abaixo está a lista completa de jogadores que venceram mais Copas do Mundo 
do que, por exemplo, Maradona ou Zidane.

A lista italiana tem 4 jogadores que venceram 2 Copas do Mundo consecutivas, 

uma excelente equipe liderada pelo lendário capitão Giuseppe Meazza
que até podia sonhar em vencer uma terceira Copa do Mundo, 
porque a seleção nacional italiana daquela época tinha muita qualidade para isso.
Mas o destino jogou a favor de Pelé e não deixou a Itália tentar vencer a sua 3ª Copa consecutiva, porque a II Guerra Mundial começou e acabou com os sonhos de todos entre 1939 e 1945...e a Copa do Mundo só retornou em 1950.


Aqui, a lista dos jogadores brasileiros que venceram 
2 Copas do Mundo consecutivas.
Garrincha poderia ter ganho a sua 3ª Copa do Mundo em 1966, 
mas se ganhasse, Pelé tinha vencido também...

Cafu e Ronaldo poderiam ter ganho 3 Copas do Mundo,
mas mais uma vez, o destino interveio a favor de Pelé, 
e em 1998 eles perderam a chance de ganhar a sua 2ª Copa do Mundo consecutiva. 
Ronaldo em 1994 foi suplente não utilizado e Cafu só jogou a final
entrando a meio do jogo substituindo Jorginho.

E aqui, o único jogador argentino que tem duas Copas do Mundo no seu palmarés, 
e seu nome não é Maradona ou Messi.
Ganhou em 1978 como capitão do time, e em 1986 como suplente não utilizado.

Pelé, até a data de hoje, continua sendo o único jogador na história do futebol
que venceu 3 Copas do Mundo.

Portanto e em sentido contrário ao que muitos andam a escrever na imprensa internacional, em blogs e em sites há décadas, Pelé não precisa provar nada a ninguém.
Os jogadores que foram considerados os melhores do mundo desde que Pelé parou de jogar há 38 anos atrás até a data de hoje, precisavam pelo menos, 
tentar igualar os números de Pelé...
... mas até a data de hoje, nenhum deles conseguiu chegar a tempo...

quinta-feira, 26 de março de 2015

FOTO do DIA: Sir Bobby, Sir Edson e Sir Alex

Um encontro de verdadeiras lendas vivas da história do futebol.
Os 3 foram galardoados pela Rainha Elizabeth II da Inglaterra com o título de Sir.

E Sir Edson, a quem Elizabeth II chamou de incomparável, é o único jogador de futebol 
não britânico ( ver AQUI e AQUI )em toda a história da humanidade a quem a Rainha condecorou com o título de Cavaleiro do Império Britânico.

sexta-feira, 20 de março de 2015

Pelé já fazia parte do FIFA 15... até mesmo antes do FIFA 15 lançar oficialmente o pack :-)


É verdade, antes mesmo de oficialmente fazer parte do pack das lendas do videogame FIFA 15
Pelé já fazia parte do jogo na Playstation 3
mais especificamente no novo uniforme do CLASSIC XI, 
um time imaginário que reúne num só plantel alguns dos maiores jogadores 
da história do futebol no auge da forma física e técnica, 
e que permite que estrelas das décadas de 60, 70, 80 e 90 joguem juntos, 
enfim uma equipe que seria o sonho de qualquer treinador de futebol:-)

Mais abaixo, já iremos falar sobre esta equipe e 
mostrar todos os jogadores que fazem parte do plantel:-)

O kit principal do CLASSIC XI é inspirado no uniforme do time dos aliados no filme 
Fuga Para a Vitória, onde nos papéis principais além de Pelé
estavam Sylvester Stallone que dispensa apresentações
e o extraordinário actor britânico vencedor de um Oscar, Sir Michael Caine. 


É um dos melhores filmes de todos os tempos acerca do futebol, 
e contou ainda com a participação de várias estrelas do futebol, 
como o lendário defesa central  Bobby Moore (foto acima à direita de Pelé), 
capitão da seleção inglesa campeã do mundo em 1966 
e considerado juntamente com Franz Beckenbauer 
como a maior dupla de centrais de todos os tempos.
Se ainda não conhece o filme e suas histórias, clique AQUI.


O KIT alternativo do CLASSIC XI foi inspirado na camisa de goleiro usada por 
Sylvester Stallone (foto acima ) no filme.

Voltando ao CLASSIC XI, quem jogar na PS3 com esta equipe de luxo
tem à disposição o seguinte plantel para escolher o 11 inicial:-)

*Quem quiser saber todos os detalhes sobre este dream team ou de cada jogador, 
clique AQUI

O PLANTEL COMPLETO DO CLASSIC XI do FIFA 15

Apesar de ser um elenco que continua fortíssimo em todos os setores
CLASSIC XI no FIFA 15 foi bastante enfraquecido no setor defensivo em relação ao 
CLASSIC XI do FIFA 14.
No FIFA 14, para além dos 6 defensores acima,
 o setor defensivo ainda tinha estes 3 senhores abaixo, que eram
Franz Beckenbauer, Franco Baresi e Andreas Brehme:-)
.
Detalhadamente, e por cada setor da equipe, os personagens criados pelo  FIFA 15 
estão bastante parecidos com os jogadores originais, tanto na fisionomia quanto na qualidade técnica que tinham quando jogavam futebol:-)
GOLEIROS


DEFENSORES

MEIOCAMPISTAS

ATACANTES

Meu 11 principal é este:-)

A pergunta é: 
qual jogador voce deixaria de fora para colocar Pelé no time?

Eu faria deste jeito abaixo:-)
Deixar o Rei no banco de suplentes só se ele estivesse lesionado ou suspenso:-)


Pelé já fazia parte do FIFA 15... até mesmo antes do FIFA 15 lançar o pack
e estas imagens abaixo caírem na internet.
Resta agora saber qual é o melhor, se o verdadeiro Pelé ou este Pelé do FIFA 15:-)
Eu penso que o verdadeiro Pelé ainda é muito melhor que este Pelé do FIFA 15,
porque o verdadeiro Pelé certamente seria capaz de fazer todas estas coisas que o Pelé do FIFA 15 faz,
mas será que este Pelé do FIFA 15 é capaz de fazer todas as coisas que o verdadeiro Pelé já fez ???:-)

Vejam os vídeos abaixo e ...comparem ...:-)


PELÉ DO VIDEOGAME


PELÉ  O VERDADEIRO


PELÉ DO VIDEOGAME


PELÉ O VERDADEIRO

Então, já descobriram qual deles é o melhor???

segunda-feira, 16 de março de 2015

FOTO DO DIA - O Rei do futebol e o Rei dos tenores

Luciano Pavarotti e Pelé, os melhores de todos os tempos.

Esta foto foi tirada em Roma, na apresentação da bola Etrusco Unico, 
a bola oficial da Copa do Mundo de 1990, que ocorreu na Itália.

O desenho da Etrusco também foi inspirado na bola tango de 1978, o diferencial estava no complexo desenho decorativo teve inspiração na arte etrusca: três leões etruscos decorando os vinte triângulos típicos da Tango. 



Possuía uma camada interna de espuma de poliuretano para torná-la mais leve e resistente, bem como uma camada de neoprene para torná-la impermeável.

Para quem ( ainda ) não conhece Luciano Pavarotti,  o tenor que popularizou a ópera em todo o mundo, pode conhecer AQUI.

E para tornar mais simples de entender, Pavarotti foi o Pelé dos tenores:-)

.

sábado, 14 de março de 2015

Parte 5: Todos os gols que Pelé marcou pelo Santos Futebol Clube como jogador profissional. Dos 30 anos e 2 meses até aos 33 anos e 11 meses de idade (entre 1971 e 1974)


1971 - Pelé comemora o seu último gol pela seleção Brasileira, no seu jogo de despedida em São Paulo,
no Estádio do Morumbi completamente lotado.
E por fim, vamos mostrar a 5ª e última parte dos gols de Pelé jogando pelo Santos F.C.


Nesta fase da carreira de Pelé, a qual muitos chamam de decadente, a estrela maior da história do futebol continuava com seu prestígio intacto pelo mundo afora, e o Santos FC continuava a receber convites de todo o mundo para jogar amistosos, e como sempre, na maioria das vezes era o acontecimento esportivo do ano no país ou cidade onde Pelé ia jogar. 


E como quase sempre acontecia, mal terminava o jogo, os adversários corriam na direção do Rei para pedir autógrafos e tirar fotografias...


Até os dias de hoje os sites oficiais de clubes históricos como o Aston Villa, o Sheffield Wednesday ou o Barcelona da Espanha lembram o dia em que Rei pisou o gramado dos respectivos estádios...



Nesta fase, entre 1 de janeiro de 1971 e 2 de outubro de 1974, Pelé marcou "apenas" 152 gols ao serviço do Santos F.C.,  porque além de ser a principal estrela do time e do país, ainda tinha de ser ao mesmo tempo pai de família e estudante na Universidade de Santos, onde em 1974 se formou Professor de Educação Física.
Foto histórica de 1974: o Professor Pelé recebe o diploma no dia da formatura.

Neste período de tempo, Pelé marcou apenas dois gols pela Seleção Brasileira.

Um deles na sua despedida em 1971 no Estádio do Morumbi contra a Áustria e o outro gol, foi um gol fantástico e inesquecível, uma obra de arte, que foi marcado contra a seleção dos estrangeiros que jogavam em clubes brasileiros, no jogo de despedida de Garrincha em 1973, onde Pelé driblou 5 adversários antes de colocar a bola dentro da baliza.


Um Jogo Inesquecível, é o título do livro que registra
a visita de Pelé na cidade de Florianópolis em 1972
1091 são todos os gols que Pelé marcou jogando pelo Santos FC, e que mostram a má fé de muita gente que escreve o que quer na net, colocando argumentos sem sentido nenhum, como os mais comuns que são:
"Pelé marcou a maioria dos gols contra times compostos por velhinhas e crianças", ou 
"Pelé marcou a maioria dos gols contra times muito fracos e sem nenhum valor".

A lista de jogos em que Pelé marcou os 1091 gols, juntamente com os adversários a quem Pelé marcou gols está aí para quem quiser ver... há os adversários fracos, há os fortes e há os muito fortes...mas não há nenhum fraquíssimo ou sem nenhum valor ou composto por velhinhas e crianças... existem sim jogos e gols que até hoje estão gravados na memória coletiva...e que vão viver lá para todo o sempre...

Como escrevi no post anterior, qualquer jogo de Pelé em qualquer parte do planeta era importante, era quase o acontecimento do ano, e quando Pelé marcava gols, era ainda mais importante...


Placa de automóvel, moeda e placa foram algumas das homenagens recebidas pelo Rei pelo gol nº 1040.
A verdade é que desde que o futebol foi criado, existem times fortes e fracos, e todos os grandes jogadores da história marcaram gols contra times fortes e fracos, não há ninguém que só tenha enfrentado e marcado gols apenas contra times fortes...

Mas também é verdade que desde que o futebol foi criado, 
nenhum jogador conseguiu igualar Pelé em tudo.




Ano: 1971
GOLS em COMPETIÇÕES
(1) 03/03/1971 – Santos 4 x 0 Botafogo-SP – Campeonato Paulista
(1) 11/04/1971 – Santos 2 x 4 Corinthians – Campeonato Paulista
(1) 02/05/1971 – Santos 2 x 1 Botafogo-SP – Campeonato Paulista

(1) 10/06/1971 – Santos 1 x 1 Portuguesa – Campeonato Paulista
(1) 13/06/1971 – Santos 2 x 1 Ponte Preta – Campeonato Paulista
(1) 20/06/1971 – Santos 3 x 3 Corinthians – Campeonato Paulista

(1) 30/10/1971 – Santos 1 x 1 Corinthians – Campeonato Brasileiro

TOTAL: 7 GOLS

GOLS em JOGOS AMISTOSOS

(1) 13/01/1971 – Santos 3 x 2 Seleção de Cochabamba (Bolívia) – Amistoso
(2) 16/01/1971 – Santos 4 x 0 Bolívar (Bolívia) – Amistoso
(1) 23/01/1971 – Santos 4 x 1 Seleção de Martinica – Amistoso
(1) 26/01/1971 – Santos 2 x 1 Seleção de Guadalupe – Amistoso
(1) 28/01/1971 – Santos 4 x 1 Transvaal (Suriname) – Amistoso
(2) 05/02/1971 – Santos 3 x 2 Millionários (Colômbia) – Amistoso
(1) 07/02/1971 – Santos 3 x 1 Atlético Nacional (Colômbia) – Amistoso
(1) 10/02/1971 – Santos 1 x 2 Deportivo Cali (Colômbia) – Amistoso
(1) 04/04/1971 – Santos 2 x 3 Bahia – Torneio Quadrangular de Salvador
(1) 07/04/1971 – Santos 2 x 0 Galícia – Torneio Quadrangular de Salvador
(1) 23/05/1971 – Santos 4 x 3 Oriente Petrolero (Bolívia) – Amistoso
(1) 26/05/1971 – Santos 2 x 0 The Strongest (Bolívia) – Amistoso

(1) 23/06/1971 – Santos 2 x 1 Bologna (Itália) – Amistoso
(1) 30/06/1971 – Santos 1 x 0 Bologna (Itália) – Amistoso
(1) 02/08/1971 – Santos 2 x 2 Deportivo Cali (Colômbia) – Amistoso

(2) 04/08/1971 – Santos 5 x 1 All Star (EUA) – Amistoso
(1) 25/08/1971 – Santos 3 x 0 Boca Juniors (Argentina) – Amistoso
(1) 07/10/1971 – Santos 5 x 1 Nacional–AM – Amistoso

(1) 12/12/1971 – Santos 3 x 1 América–RN – Amistoso
TOTAL: 22 GOLS
Total 1971: 29 Gols



Ano: 1972
GOLS EM COMPETIÇÕES

(1) 25/04/1972 – Santos 2 x 0 Ferroviária – Campeonato Paulista
(1) 21/05/1972 – Santos 3 x 2 Ponte Preta – Campeonato Paulista
(3) 02/08/1972 – Santos 4 x 2 Guarani – Campeonato Paulista
(1) 06/08/1972 – Santos 3 x 0 Ferroviária – Campeonato Paulista
(2) 09/08/1972 – Santos 2 x 1 Juventus – Campeonato Paulista
(1) 20/08/1972 – Santos 3 x 1 Portuguesa – Campeonato Paulista

(1) 25/10/1972 – Santos 1 x 0 Palmeiras – Campeonato Brasileiro
(1) 19/11/1972 – Santos 4 x 2 Santa Cruz – Campeonato Brasileiro
(1) 29/11/1972 – Santos 2 x 0 ABC – Campeonato Brasileiro
(1) 03/12/1972 – Santos 1 x 2 Ceará – Campeonato Brasileiro 

TOTAL: 13 GOLS

GOLS em JOGOS AMISTOSOS
(1) 13/02/1972 – Santos 1 x 1 Comunicaciones (Guatemala) – Amistoso
(1) 18/02/1972 – Santos 5 x 3 Saprissa (Costa Rica) – Amistoso
(2) 05/03/1972 – Santos 3 x 2 Nápoli (Itália) – Amistoso
(2) 01/05/1972 – Santos 3 x 2 Cagliari (Itália) – Amistoso
(1) 03/05/1972 – Santos 6 x 1 Fenerbahce (Turquia) – Amistoso
(3) 05/05/1972 – Santos 5 x 1 Seleção do Irã – Amistoso
(2) 26/05/1972 – Santos 3 x 0 Seleção do Japão – Amistoso
(1) 02/06/1972 – Santos 3 x 2 Seleção da Coréia do Sul – Amistoso
(3) 04/06/1972 – Santos 4 x 2 Newcastle (Inglaterra) – Amistoso

(3) 07/06/1972 – Santos 4 x 0 Caroline Hill (Hong-Kong) – Amistoso
(2) 10/06/1972 – Santos 6 x 1 Seleção da Tailândia – Amistoso
(1) 13/06/1972 – Santos 2 x 2 Coventry City (Inglaterra) – Amistoso

(1) 21/06/1972 – Santos 3 x 2 Seleção da Indonésia – Amistoso
(2) 25/06/1972 – Santos 7 x 1 Catanzaro (Itália) – Amistoso
(3) 30/06/1972 – Santos 6 x 1 Boston Astros (EUA) – Amistoso
(2) 02/07/1972 – Santos 2 x 0 Universidad de México (México) – Amistoso
(1) 05/07/1972 – Santos 4 x 2 Toronto Metros (Canadá) – Amistoso
(2) 09/07/1972 – Santos 5 x 1 Universidad de México (México) – Amistoso
(2) 11/07/1972 – Santos 4 x 2 América (México) – Amistoso
(1) 05/09/1972 – Santos 1 x 0 Seleção de Trinidad-Tobago – Amistoso

(1) 13/09/1972 – Santos 1 x 0 Sergipe – Amistoso

TOTAL:37
TOTAL 1972 : 50 GOLS



Ano: 1973

GOLS em COMPETIÇÕES

(1) 25/03/1973 – Santos 2 x 2 São Paulo – Campeonato Paulista
(2) 04/04/1973 – Santos 6 x 0 Juventus – Campeonato Paulista
(2) 29/04/1973 – Santos 3 x 0 Corinthians – Campeonato Paulista
(1) 06/05/1973 – Santos 1 x 1 Pameiras – Campeonato Paulista
(2) 20/05/1973 – Santos 5 x 1 Ponte Preta – Campeonato Paulista
8
(1) 08/07/1973 – Santos 2 x 0 Botafogo-SP – Campeonato Paulista
(1) 22/07/1973 – Santos 1 x 1 Corinthians – Campeonato Paulista
(1) 15/08/1973 – Santos 1 x 0 Guarani – Campeonato Paulista
(3) 26/09/1973 – Santos 6 x 1 América-RN – Campeonato Brasileiro
(1) 03/10/1973 – Santos 3 x 0 Sergipe – Campeonato Brasileiro
(1) 07/10/1973 – Santos 2 x 3 Santa Cruz – Campeonato Brasileiro
(2) 04/11/1973 – Santos 3 x 2 Portuguesa – Campeonato Brasileiro
(1) 11/11/1973 – Santos 1 x 0 Atlético-PR – Campeonato Brasileiro
(1) 14/11/1973 – Santos 1 x 1 Guarani – Campeonato Brasileiro
(1) 18/11/1973 – Santos 2 x 1 Coritiba – Campeonato Brasileiro
(1) 28/11/1973 – Santos 2 x 0 Internacional – Campeonato Brasileiro

(2) 12/12/1973 – Santos 4 x 0 Grêmio – Campeonato Brasileiro
(1) 17/12/1973 – Santos 1 x 0 São Paulo – Campeonato Brasileiro 
TOTAL: 25 GOLS


GOLS EM JOGOS AMISTOSOS

(2) 09/02/1973 – Santos 3 x 0 Seleção da Arábia Saudita sub23 – Amistoso
(1) 12/02/1973 – Santos 1 x 1 Seleção do Kuwait – Amistoso
(1) 14/02/1973 – Santos 3 x 0 Combinado de Doha (Catar) – Amistoso
(2) 16/02/1973 – Santos 7 x 1 Seleção do Bahrein – Amistoso
(2) 18/02/1973 – Santos 5 x 0 National (Egito) – Amistoso
(1) 22/02/1973 – Santos 4 x 1 Al–Nasser (Emirados Árabes) – Amistoso
(1) 04/03/1973 – Santos 2 x 2 Bordeaux (França) – Amistoso
(1) 12/03/1973 – Santos 1 x 2 Fulham (Inglaterra) – Amistoso
(1) 14/03/1973 – Santos 2 x 3 Plymouth (Inglaterra) – Amistoso

(1) 25/05/1973 – Santos 3 x 0 Lázio (Itália) – Amistoso
(2) 28/05/1973 – Santos 4 x 2 Lázio (Itália) – Amistoso
(3) 30/05/1973 – Santos 6 x 4 Baltimore (EUA) – Amistoso

(1) 01/06/1973 – Santos 1 x 0 Chivas Guadalajara (México) – Amistoso
(1) 03/06/1973 – Santos 2 x 1 Chivas Guadalajara (México) – Amistoso

(1) 06/06/1973 – Santos 6 x 1 Miami Toros (EUA) – Amistoso
(1) 10/06/1973 – Santos 5 x 0 Arminia Bielefeld (Alemanha) – Amistoso
(1) 15/06/1973 – Santos 7 x 1 Baltimore Bays (EUA) – Amistoso
(1) 17/06/1973 – Santos 2 x 1 Rochester Lancers (EUA) – Amistoso
(2) 19/06/1973 – Santos 4 x 0 Baltimore Bays (EUA) – Amistoso
(1) 05/12/1973 – Santos 4 x 0 Huracán (Argentina) – Amistoso

TOTAL: 27 GOLS
TOTAL 1973: 52 GOLS






GOLS EM COMPETIÇÕES


(1) 20/01/1974 – Santos 3 x 0 Botafogo – Campeonato Brasileiro
(2) 23/01/1974 – Santos 5 x 1 Fortaleza – Campeonato Brasileiro
(1) 29/01/1974 – Santos 1 x 2 São Paulo – Campeonato Brasileiro
(1) 03/02/1974 – Santos 2 x 0 Guarani – Campeonato Brasileiro
(1) 20/03/1974 – Santos 3 x 1 CEUB-DF – Campeonato Brasileiro
(2) 24/03/1974 – Santos 2 x 2 Guarani – Campeonato Brasileiro
(1) 30/03/1974 – Santos 1 x 1 Náutico – Campeonato Brasileiro
(1) 06/04/1974 – Santos 1 x 1 Sport – Campeonato Brasileiro
(1) 20/04/1974 – Santos 4 x 0 Palmeiras – Campeonato Brasileiro
(1) 28/04/1974 – Santos 1 x 0 Nacional–AM – Campeonato Brasileiro
(1) 02/05/1974 – Santos 3 x 0 Rio Negro – Campeonato Brasileiro
(1) 21/07/1974 – Santos 1 x 2 Vasco – Campeonato Brasileiro

(2) 22/09/1974 – Santos 2 x 2 Guarani – Campeonato Paulista 

TOTAL: 16 GOLS


GOLS EM JOGOS AMISTOSOS

(1) 09/01/1974 – Santos 4 x 0 Palestra de São Bernardo – Amistoso
(1) 01/09/1974 – Santos 1 x 4 Barcelona – Torneio Ramon Carranza
(2) 03/09/1974 – Santos 3 x 2 Zaragoza – Amistoso

TOTAL: 4 GOLS
TOTAL: 1974: 20 GOLS

Template - Dicas para Blogs