FILME PELÉ ETERNO

FILME PELÉ ETERNO
A prova definitiva de quem é o melhor jogador de sempre

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Parte 2: Todos os gols que Pelé marcou pelo Santos Futebol Clube como jogador profissional. Dos 19 anos e 2 meses aos 22 anos e 2 meses de idade (entre janeiro de 1960 a dezembro de 1962)

Pelé comemorando um gol, fato que repetiu por 1282 vezes:-)

Continuamos com o raio-x sobre os gols de Pelé, 
que muitos dizem que são apenas 290, 
outros dizem que os adversários eram fracos, de pouquíssimo valor 
e outros ainda disseram que a maioria deles foi marcado contra adversários compostos por velhinhas e crianças(como já foi mostrado AQUI).


Aqui abaixo está a lista dos 232 gols marcados por Pelé pelo Santos FC 
entre janeiro de 1960 e dezembro de 1962.
Gols marcados pelo Rei dos 
19 anos e 2 meses de idade até aos 22 anos e 2 meses de idade...

*Não fazem parte desta lista, neste mesmo período de tempo, os 16 gols que Pelé marcou jogando pela Seleção Brasileira, o que vai aumentar o número para 248 gols!!!)
Nos jogos amistosos, que estão destacados em negrito 
estão os adversários que certos "historiadores e pesquisadores" classificaram como "fracos, com pouquíssimo ou nenhum valor, ou compostos por velhinhas e crianças" , contra quem, dizem eles, Pelé marcou a maioria dos seus gols :-) 


*Como os números não mentem, a soma dos gols de Pelé vestindo a camisa do Santos FC 
no período de tempo que vai de setembro de 1956 até dezembro de 1962, 
entre os 15 e os 22 anos de idade, dá um total de "apenas"...     471 GOLS:-)
(Se juntarmos os 40 gols que Pelé marcou jogando pela Seleção Brasileira 
no mesmo período de tempo, o total de gols sobe para incríveis 511 gols!!!)




Ano: 1960
Gols em COMPETIÇÕES
(1) 05/01/1960 – Santos 1 x 1 Palmeiras – Campeonato Paulista
(1) 10/01/1960 – Santos 1 x 2 Palmeiras – Campeonato Paulista
(1) 17/07/1960 – Santos 6 x 3 Ponte Preta – Campeonato Paulista
(3) 27/07/1960 – Santos 8 x 3 Jabaquara – Campeonato Paulista
(1) 31/07/1960 – Santos 1 x 1 Corinthians – Campeonato Paulista
(1) 03/08/1960 – Santos 5 x 1 Botafogo-SP – Campeonato Paulista
(3) 10/08/1960 – Santos 4 x 1 Noroeste – Campeonato Paulista
(1) 14/08/1960 – Santos 1 x 0 Corinthians-PP – Campeonato Paulista

(1) 21/08/1960 – Santos 3 x 1 Palmeiras – Campeonato Paulista
(3) 15/09/1960 – Santos 5 x 2 Juventus – Campeonato Paulista
(2) 24/09/1960 – Santos 3 x 1 Juventus – Campeonato Paulista
(1) 28/09/1960 – Santos 3 x 4 Portuguesa – Campeonato Paulista
(1) 23/10/1960 – Santos 4 x 1 Ponte Preta – Campeonato Paulista
(2) 06/11/1960 – Santos 2 x 0 XV de Piracicaba – Campeonato Paulista
(1) 09/11/1960 – Santos 1 x 0 Portuguesa Santista – Campeonato Paulista
(2) 13/11/1960 – Santos 3 x 1 Noroeste – Campeonato Paulista
(1) 20/11/1960 – Santos 4 x 2 Botafogo-SP – Campeonato Paulista
(1) 23/11/1960 – Santos 5 x 0 Corinthians-PP – Campeonato Paulista
(1) 30/11/1960 – Santos 6 x 1 Corinthians – Campeonato Paulista
(2) 04/12/1960 – Santos 6 x 1 Taubaté – Campeonato Paulista
(3) 07/12/1960 – Santos 5 x 0 Ferroviária – Campeonato Paulista
(1) 16/12/1960 – Santos 2 x 1 Palmeiras – Campeonato Paulista
TOTAL : 34 gols

Gols em JOGOS AMISTOSOS
(1) 06/03/1960 – Santos 2 x 1 Deportivo Medelin (Colômbia) – Amistoso
(1) 13/03/1960 – Santos 4 x 0 Deportivo Cali (Colômbia) – Amistoso
(1) 19/05/1960 – Santos 4 x 3 Standard (Bélgica) – Amistoso
(2) 25/05/1960 – Santos 5 x 2 Seleção da Polônia – Amistoso
(3) 27/05/1960 – Santos 9 x 1 Munchen 1860 (Alemanha) – Amistoso
(2) 28/05/1960 – Santos 6 x 0 Anderlecht (Bélgica) – Amistoso
(5) 31/05/1960 – Santos 10 x 1 Royal Beerschot (Bélgica) – Amistoso
(1) 01/06/1960 – Santos 3 x 2 Roma (Itália) – Troféu Giallorosso
(1) 07/06/1960 – Santos 5 x 3 Stade de Reims (França) – Torneio de Paris
(1) 09/06/1960 – Santos 4 x 1 Racing (França) – Torneio de Paris
(2) 11/06/1960 – Santos 5 x 2 Gantoise (Bélgica) – Amistoso
(2) 14/06/1960 – Santos 4 x 2 Eintracht Frankfurt (Alemanha) – Amistoso
(1) 15/06/1960 – Santos 4 x 2 Seleção de Berlim (Alemanha) – Amistoso
(1) 17/06/1960 – Santos 3 x 1 Stade de Reims (França) – Amistoso
(2) 23/06/1960 – Santos 3 x 0 Toulouse (França) – Amistoso
(1) 02/07/1960 – Santos 3 x 4 Barcelona (Espanha) – Amistoso
(1) 15/08/1960 – Santos 3 x 2 Itaú-MG – Amistoso/Inauguração do Estádio
TOTAL: 28 GOLS

TOTAL 1960 : 62 gols






Ano: 1961
Gols em COMPETIÇÕES
(2) 05/03/1961 – Santos 3 x 1 Fluminense – Torneio Rio-São Paulo
(3) 11/03/1961 – Santos 7 x 1 Flamengo – Torneio Rio-São Paulo
(2) 01/04/1961 – Santos 4 x 2 Botafogo-RJ – Torneio Rio-São Paulo

(1) 10/04/1961 – Santos 6 x 1 América-RJ – Torneio Rio-São Paulo
(1) 06/08/1961 – Santos 4 x 0 Jabaquara – Campeonato Paulista
(1) 09/08/1961 – Santos 3 x 1 Guarani – Campeonato Paulista
(3) 13/08/1961 – Santos 7 x 1 Noroeste – Campeonato Paulista
(1) 16/08/1961 – Santos 5 x 1 Corinthians – Campeonato Paulista
(3) 19/08/1961 – Santos 6 x 1 XV de Piracicaba – Campeonato Paulista
(4) 03/09/1961 – Santos 6 x 3 São Paulo – Campeonato Paulista
(5) 06/09/1961 – Santos 10 x 1 Juventus – Campeonato Paulista
(1) 10/09/1961 – Santos 3 x 0 Botafogo-SP – Campeonato Paulista
(4) 13/09/1961 – Santos 5 x 1 Esportiva – Campeonato Paulista
(4) 17/09/1961 – Santos 6 x 1 Portuguesa – Campeonato Paulista

(1) 15/10/1961 – Santos 4 x 1 Botafogo-SP – Campeonato Paulista
(2) 18/10/1961 – Santos 5 x 2 Portuguesa Santista – Campeonato Paulista
(2) 28/10/1961 – Santos 3 x 1 Portuguesa – Campeonato Paulista
(1) 01/11/1961 – Santos 3 x 1 Juventus – Campeonato Paulista
(1) 04/11/1961 – Santos 4 x 2 Taubaté – Campeonato Paulista
(3) 08/11/1961 – Santos 4 x 0 Esportiva – Campeonato Paulista
(2) 11/11/1961 – Santos 6 x 2 América-RJ – Taça Brasil

(2) 21/11/1961 – Santos 6 x 1 América-RJ – Taça Brasil
(1) 26/11/1961 – Santos 4 x 1 Comercial-SP – Campeonato Paulista
(1) 29/11/1961 – Santos 2 x 3 Palmeiras – Campeonato Paulista
(2) 06/12/1961 – Santos 4 x 2 Noroeste – Campeonato Paulista
(3) 10/12/1961 – Santos 7 x 2 XV de Piracicaba – Campeonato Paulista
(2) 13/12/1961 – Santos 6 x 2 Ferroviária – Campeonato Paulista
(1) 16/12/1961 – Santos 4 x 1 São Paulo – Campeonato Paulista
(3) 27/12/1961 – Santos 5 x 1 Bahia – Taça Brasil
TOTAL : 62 gols


Gols em JOGOS AMISTOSOS
(1) 08/01/1961 – Santos 6 x 1 Uberlândia – Amistoso
(2) 10/01/1961 – Santos 10 x 2 Guarani – Amistoso
(2) 14/01/1961 – Santos 3 x 1 Colo-Colo (Chile) – Amistoso
(2) 18/01/1961 – Santos 2 x 1 Seleção da Colômbia – Amistoso
(1) 22/01/1961 – Santos 7 x 3 Saprissa (Costa Rica) – Triangular da Costa Rica
(1) 25/01/1961 – Santos 3 x 0 Herediano (Costa Rica) – Triangular da Costa Rica
(2) 29/01/1961 – Santos 4 x 1 Seleção da Guatemala – Amistoso
(2) 22/02/1961 – Santos 6 x 2 América (México) – Pentagonal de Guadalajara

(2) 05/04/1961 – Santos 3 x 1 Atlético-MG – Amistoso
(3) 01/06/1961 – Santos 8 x 2 Basel (Suíça) – Amistoso
(2) 03/06/1961 – Santos 6 x 3 Wolfsburg (Alemanha) – Amistoso
(1) 07/06/1961 – Santos 6 x 1 Racing (França) – Amistoso
(2) 09/06/1961 – Santos 6 x 2 Lyon (França) – Amistoso
(1) 11/06/1961 – Santos 3 x 1 Seleção de Israel – Amistoso
(1) 13/06/1961 – Santos 5 x 4 Racing (França) – Torneio de Paris
(2) 15/06/1961 – Santos 6 x 3 Benfica (Portugal) – Torneio de Paris
(1) 18/06/1961 – Santos 2 x 0 Juventus (Itália) – Torneio Itália
(2) 21/06/1961 – Santos 5 x 0 Roma (Itália) – Torneio Itália
(1) 24/06/1961 – Santos 4 x 1 Internazionale (Itália) – Torneio Itália
(3) 26/06/1961 – Santos 8 x 6 Karlsruher (Alemanha) – Amistoso
(1) 28/06/1961 – Santos 3 x 0 AIK (Grécia) – Amistoso
(2) 30/06/1961 – Santos 3 x 2 Panathinaikos (Grécia) – Amistoso

(5) 30/08/1961 – Santos 8 x 0 Olímpico-SC – Amistoso
(2) 28/09/1961 – Santos 4 x 2 Racing (Argentina) – Amistoso
(1) 01/10/1961 – Santos 1 x 1 Newell’s Old Boys (Argentina) – Amistoso
(1) 04/10/1961 – Santos 3 x 2 Colo-Colo (Chile) – Amistoso
(1) 08/10/1961 – Santos 3 x 1 Colo-Colo (Chile) – Amistoso
(1) 15/11/1961 – Santos 1 x 1 Flamengo – Amistoso

TOTAL: 48 gols
TOTAL 1961: 110 gols



Ano: 1962
Gols em COMPETIÇÕES
(2) 28/02/1962 – Santos 9 x 1 Cerro Porteño (Paraguai) – Taça Libertadores
(1) 05/08/1962 – Santos 2 x 0 Prudentina – Campeonato Paulista
(1) 12/08/1962 – Santos 4 x 2 Palmeiras – Campeonato Paulista
(3) 19/08/1962 – Santos 5 x 1 Jabaquara – Campeonato Paulista
(1) 26/08/1962 – Santos 1 x 1 Guarani – Campeonato Paulista
(2) 30/08/1962 – Santos 3 x 0 Peñarol (Uruguai) – Taça Libertadores
(2) 02/09/1962 – Santos 3 x 3 São Paulo – Campeonato Paulista
(2) 05/09/1962 – Santos 5 x 2 Botafogo-SP – Campeonato Paulista
(4) 15/09/1962 – Santos 7 x 2 Ferroviária – Campeonato Paulista
(2) 19/09/1962 – Santos 3 x 2 Benfica (Portugal) – Mundial Interclubes
(1) 23/09/1962 – Santos 5 x 2 Corinthians – Campeonato Paulista
(2) 26/09/1962 – Santos 4 x 0 Noroeste – Campeonato Paulista
(1) 30/09/1962 – Santos 3 x 1 Comercial – Campeonato Paulista
(1) 06/10/1962 – Santos 2 x 3 Portuguesa – Campeonato Paulista
(3) 11/10/1962 – Santos 5 x 2 Benfica (Portugal) – Mundial Interclubes
(1) 27/10/1962 – Santos 3 x 0 Taubaté – Campeonato Paulista
(3) 31/10/1962 – Santos 5 x 0 Guarani – Campeonato Paulista
(1) 04/11/1962 – Santos 2 x 1 Corinthians – Campeonato Paulista
(1) 07/11/1962 – Santos 3 x 0 Juventus – Campeonato Paulista
(1) 14/11/1962 – Santos 3 x 0 Palmeiras – Campeonato Paulista
(2) 21/11/1962 – Santos 4 x 1 Portuguesa – Campeonato Paulista
(2) 28/11/1962 – Santos 6 x 2 Comercial – Campeonato Paulista
(4) 02/12/1962 – Santos 8 x 2 Jabaquara – Campeonato Paulista
(1) 05/12/1962 – Santos 5 x 2 São Paulo – Campeonato Paulista
(2) 15/12/1962 – Santos 4 x 0 Prudentina – Campeonato Paulista
TOTAL: 46 gols

Gols em JOGOS AMISTOSOS
(3) 14/01/1962 – Santos 6 x 3 LDU (Equador) – Amistoso
(1) 20/01/1962 – Santos 5 x 2 Universitário (Peru) – Amistoso
(1) 24/01/1962 – Santos 5 x 1 Sporting Cristal (Peru) – Amistoso
(1) 27/01/1962 – Santos 3 x 1 Deportivo Municipal (Peru) – Amistoso
(1) 31/01/1962 – Santos 3 x 2 Nacional (Uruguai) – Amistoso
(1) 03/02/1962 – Santos 8 x 3 Racing (Argentina) – Triangular da Argentina
(1) 14/02/1962 – Santos 3 x 1 Seleção Brasileira sub23 – Amistoso*
(2) 17/10/1962 – Santos 5 x 2 Racing (França) – Amistoso
(2) 20/10/1962 – Santos 3 x 3 Hamburgo (Alemanha) – Amistoso
(1) 22/10/1962 – Santos 4 x 2 Sheffield Wednesday (Inglaterra) – Amistoso
(1) 10/12/1962 – Santos 2 x 1 Seleção da União Soviética (URSS) – Amistoso
TOTAL:14 Gols
TOTAL 1962: 60 gols


63 comentários:

Matheus disse...

O que você acha do argumento de várias pessoas dizendo que na época de Pelé o futebol era lento, os zagueiros não sabiam o que era marcação e se fosse hoje ele seria normal? Que jogadores atuais, preparados contra fortes defesas, fariam muito mais do que Pelé fez na época dele?

rbn disse...

Caro Matheus, em 1º lugar, obrigado pela sua visita ao blog.

O que você acha do argumento de várias pessoas dizendo que na época de Pelé o futebol era lento, os zagueiros não sabiam o que era marcação e se fosse hoje ele seria normal?

Sabe porque o futebol era mais lento?Porque, entre outras coisas, naquela época a qualidade dos jogadores era muito superior a de hoje em dia, errava-se poucos passes, e ninguém se atrevia a entrar de primeira porque podia levar um drible humilhante.
Quem corria era a bola, e corria redondinha, quase ninguém dava de canela...Havia os perna-de-pau é lógico, mas havia craques em quantidade e qualidade para fazer 4 seleções brasileiras de altíssimo nível...hoje em dia é difícil achar 23 jogadores para fazer uma seleção razoável...

Também não havia pressing em cima da defesa porque podia-se atrasar a bola pro goleiro e ele pegá-la com as mãos, portanto fazer pressing naquela época era burrice.

Até 1974, não havia a linha de impedimento( a chamada linha burra) e pior que isso, se o atacante estivesse na mesma linha do último zagueiro, estava impedido( hoje em dia, já não é impedimento)...

Voce nunca viu gol de Pelé em impedimento, porque o negão sabia se colocar, era inteligente, calculava certinho o momento pra disparar em velocidade e chegar antes do zagueiro.Hoje em dia, podendo estar na mesma linha dos zagueiros, com a velocidade, a força e a técnica que tinha, ia deitar e rolar:-)

As duplas de zaga de qualquer época sabem fazer marcação, a diferença é que naquela época a maioria batia sem piedade, entrava pra rachar, pois não havia 50 camaras de TV pra filmar o jogo de todos os ângulos.Contra Pelé ainda era pior, juntavam 2 ou 3 em cima dele e se Pelé não fosse forte fisicamente, se não aguentasse porrada e se não fosse rápido no raciocinio, certamente algum zagueiro mais maldoso tinha quebrado ele...e como voce deve saber, Pelé era malandro, esperava a hora certa pra dar o troco em quem lhe batia sem o juiz ver:-)

Pelé hoje em dia, com a preparação, a organização e a estrutura dos clubes europeus, teria muito mais condições de render o dobro do que rendeu em sua época, onde às vezes fazia entre 15 a 22 jogos por mês, entre amistosos, competições e jogos da seleção, enquanto que hoje em dia, os clubes fazem um máximo de 10 jogos por mês, se chegar a tanto...

"Que jogadores atuais, preparados contra fortes defesas, fariam muito mais do que Pelé fez na época dele?"

Nenhum:-)
Teriam que ter vencido 3 copas do mundo e feito mil gols...até agora, desde que Pelé parou de jogar em 1977 não vi ninguém fazer, nem chegar perto...

Pelé é a montanha que ninguém consegue chegar até ao cume, que ninguém consegue subir até ao fim, que ninguém consegue ultrapassar.

Vou dar um exemplo: voce já deve ter ouvido falar em Maradona, Zidane, Ronaldinho, Cruyff, Eusébio, Zico, Rivelino e outros craques antigos, como agora ouve falar e conhece Messi, CR7 e Neymar, certo?

Todos eles tem 2 coisas em comum com Pelé:
a 1ª é que quando surgiram, foram todos sem excessão comparados com Pelé, a imprensa dizia que seriam melhores que Pelé, que iam ultrapassar Pelé e que seriam os melhores jogadores de futebol de todos os tempos.Até agora nenhum deles conseguiu...

a 2ª coisa em comum que eles tem com Pelé é que Pelé era todos eles juntos num só jogador:-)

Abraço e vá deixando seus comentários pra gente ir trocando umas idéias...

Matheus disse...

Concordo com o que você falou. Aliás, quando utilizam esses argumentos de que os jogadores de hoje se jogassem na época de Pelé fariam muito mais do que Pelé fez, pois estão preparados contra defesas de alto nível, acabam cometendo um erro, pois na época de Pelé, as condições de jogo eram muito piores. O gramado, o uniforme, a bola. Hoje chegam a culpar o mau desempenho devido ao gramados sintético. E na época de Pelé então? Me lenbro de um amistoso entre Brasil e Suécia em que os jogadores deveriam jogar com as camisas dos campeões de 58, mas não aceitaram, reclamaram que ela era muito pesada. Esses críticos também deveriam se perguntar o contrário; será que se os jogadores da atualidade jogassem na época de Pelé, sem os recursos de treinamento e aperfeiçoamento das habilidades técnicas que temos hoje, seriam os mesmos. É como vi alguém dizer: "Os jogadores de antigamente, se fossem treinados como os de hoje, ainda seriam gênios". Me diga o que você acha desse meu raciocínio. Falando sobre outra coisa, li um comentário de um cara na internet que disse que a maioria dos jogos daquela época que ele viu pela internet eram bem monótonos. Acho que ele deu azar na escolha dos jogos, não concorda? Agora, queria que você me passasse um link de alguma partidaça na íntegra que Pelé tenha feito, pois esse é um dos principais argumentos de quem contesta Pelé. Admito que, vendo os jogos de Pelé na Copa de 70, ele não fez nenhuma partida espetacular naquela Copa, na verdade chegou até a isolar algumas faltas, embora compreenda que ele já tinha começado sua decadência antes daquela Copa. É por isso que gostaria que você me desse um link de alguma partida na íntegra em que Pelé tenha jogado muito. E outra: os jogos da Copa de 70 foram mais lentos pela altitude e pelo sol forte de meio-dia, pois a final da Copa de 58 foi bem mais rápida que a final da Copa de 70. Além disso, ninguém é perfeito. Na internet tem gente que fala merda em todos os assuntos. Há quem diga, por exemplo, que Messi ou Cristiano Ronaldo são ruins. Então definitivamente, a internet e esses comentaristas leigos e que se acham sabichões e donos da verdade e que adoram criar uma polêmica, em sua maioria não devem ser levados a sério. Dizer que Pelé hoje seria normal não cabe na cabeça de ninguém, os lances geniais que ele era capaz de fazer, podia botar o melhor zagueiro da atualidade que não conseguiria evitá-los. Diga o que acha de tudo o que eu disse, tá?

rbn disse...

"Admito que, vendo os jogos de Pelé na Copa de 70, ele não fez nenhuma partida espetacular naquela Copa, na verdade chegou até a isolar algumas faltas, embora compreenda que ele já tinha começado sua decadência antes daquela Copa."

Como está na moda, vamos às estatísticas:
Copa de 70, 1º jogo, Tchecoslováquia: Pelé sofreu a falta que resultou no 1º gol, fez o 2º gol e deu aquele chute antes do meio campo que quase resultou no gol do século em Copas do Mundo, um dos famosos gols que Pelé não fez.

2º jogo, Inglaterra, campeã do Mundo na época: deu a cabeçada para o goleiro Gordon Banks fazer a defesa do século e deu a assistencia para Jairzinho fazer o 1 x 0.

3º jogo, Romenia: 2 gols.

4º jogo, considerada a melhor seleção do Peru de todos os tempos, que eliminou os argentinos nas eliminatórias: uma assistencia para o 3º gol marcado por Tostão, uma bola na trave e tentou outra vez fazer um gol chutando do meio campo.

5º jogo, Uruguai: neste jogo, Pelé esteve realmente muito mal, errou quase tudo, mas mesmo jogando mal e errando quase tudo, deixou 2 lances antológicos para a história do futebol(o goleiro bateu o tiro de meta e Pelé de primeira mandou uma bomba que por sorte foi na direção do goleiro... e o drible da vaca no goleiro que não resultou em gol, mais dois famosos gols que Pelé não fez) e fez a assistencia para o 3º gol do Brasil.

Final Itália, campeã da Europa na época: 1 gol, 2 assistencias para o 3º e 4º gols do Brasil.

Ou seja, foi decisivo em praticamente todos os jogos, não se pode exigir mais...e isto é que é espetacular...

Decadencia?Não concordo, quando disseram que estava em decadencia, Pele respondeu com o 1000º gol e o TRI:-)

Nunca mencionei gramados ruins, uniformes grossos de algodão, bolas pesadas e chuteiras de couro para definir o futebol de Pelé, porque não será por isso que era mais fácil ou difícil jogar futebol.O que menciono no blog é que Pelé era completo, até de goleiro jogou por 4 vezes:-)

O futebol de Pelé nasceu com ele, e ele apenas aprimorava as suas refinadíssimas técnicas depois dos treinos, sozinho até de noite, quando todos já tinham ido embora.Resumindo, ele aperfeiçoava o que já era quase perfeito:-)

Este vídeo abaixo no link mostra o que Pelé sabia fazer com a bola...e com outras coisas:-)

http://pelethebest.blogspot.com/2013/12/a-tecnica-sem-igual-de-pele.html

Acha que Messi, CR7, Neymar, Robben tem essa técnica toda com as duas pernas?É ruim, hein?!?

Um jogo completo em vídeo onde Pelé deu baile é difícil de achar, porque as televisões pra economizar fita e rolos de gravação, faziam o resumo do jogo e aproveitavam a fita pra gravar outras coisas, mas o filme PELÉ ETERNO mostra tudo...

Abraço e vamos trocando idéias...

Matheus disse...

Concordo com o que você falou. Agora, um argumento usado para criticar Pelé é o de que antigamente havia bem mais craques porque a marcação era mais frágil e a bola, segundo eles sempre chegava redondinha. Esse argumento é fraco porque basta recuar até os anos 2000 para ver como antigamente havia bem mais craques. Ronaldo, Zidane, Rivaldo, Shevchenko, Figo, Del Piero, Pavel Nedved, Maldini, Ronaldinho, Kaká e tantos outros. E isso de que a bola sempre chegava redondinha é uma falácia, já vi jogos daquela época, a marcação era mais frágil, mas isso já é exagero. O que acontecia é que os defensores praticamente não avançavam, para não correr risco de deixar a defesa desguarnecida, Além disso, se antigamente a marcação era mais fraca, por outro lado a arbitragem era bem mais conivente com a violência. Se não dá para comparar os craques de antigamente com os atuais devido à marcação frágil, o inverso também é verdadeiro. Será que os craques e hoje seriam os mesmos se eles fossem limitados com as péssimas bolas, uniformes, gramados e recursos de treinamento daquela época? Jogadores do Brasil se recusaram a jogar com as camisas que imitavam as dos campeões de 58 por serem muito pesadas. Se por um lado, a marcação era mais fraca, por outro, a arbitragem era muito mais conivente com a violência. Não duvido de que Pelé tenha sido o melhor de todos os tempos, porém sou forçado a concordar que a falta de jogos excepcionais de Pelé na íntegra é um argumento forte de seus críticos. Dizem que compactos editados como Pelé Eterno não dão uma noção verdadeira da realidade. Não acreditam nos depoimentos de quem viu Pelé jogar ao vivo nos estádios, pois dizem que antigamente o povo se impressionava com qualquer drible. Dizem que certas jogadas rotuladas pelos radialistas da época de geniais hoje são comuns, como a do Garrincha no jogo contra a Espanha na Copa de 62, que os radialistas exageravam para ter audiência, que pelo rádio o tempo todo aconteciam jogadas geniais, que jogos cansativos para os dias atuais foram rotulados de memoráveis. Nessa questão do rádio sou forçado a concordar. Não estou duvidando do legado de Pelé, pois como disse Miguel Nicolelis, que viu Pelé jogar: "E não me venham falar de Messi ou Maradona. Quem viveu e viu sabe. Ponto final". Só digo que é uma pena que naquela época não houvesse os recursos de filmagem de hoje, pois isso acaba sendo uma boa brecha para os que duvidam dele, já que boa parte dos jogos dele encontrados na íntegra na internet são, pelo menos é o que vi um cara dizer nos comentários, bem monótonos. Alguns chegam a dizer que o futebol naquela época era de dar sono. Errado, claro que havia jogos ruins também, mas havia jogaços como a final da Copa de 58 e a final da Liga dos Campeões de 1959-1960, que estão disponíveis na íntegra e provam que havia jogos corridos, sim. Os jogos da Copa de 70 foram mais lentos pela altitude e horário das partidas. Hoje seria inaceitável a ocorrência delas ao meio-dia. Além disso, o futebol era mais lento porque se prezava mais pela técnica, principalmente na América do Sul. Correria, ás vezes, ilude a qualidade de uma partida. O Nelinho disse numa entrevista para o Kajuru Pergunta que isso pode tornar o futebol mais feio em algumas ocasiões, cheio de bate-rebate. E outra, tem gente que adora postar de vídeos de passes errados, bolas isoladas e outros erros de Pelé, boa parte desses lances mostrados são do jogo contra o Uruguai e contra a Inglaterra e a Itália, como aquelas bolas isoladas, Postam isso como se Messi e outros craques nunca tivessem cometido esses erros ou feito partidas ruins. Ninguém é perfeito. Diga o que acha do que falei. Abraços.

Matheus disse...

E só acrescentando mais uma coisa: um cara na internet disse que Einstein não sabia mais que os cientistas atuais, mas era gênio porque estava muito a frente de seu tempo. O mesmo raciocínio se aplica a Pelé. Abraços.

Matheus disse...

Mais uma coisa, dessa vez é sério. Tem gente que critica o Pelé porque ele não jogou na Europa. Ora, o futebol brasileiro naquela época não era essa mesma draga de hoje não. O Brasil ganhou suas três primeiras Copas só com jogadores que atuavam aqui. Além disso, há quem critique Pelé porque ele jogava o Paulista. O campeonato espanhol, em que o Messi joga, não é tão melhor que o campeonato Paulista daquela época. Ele era bem melhor que hoje em dia, claro que havia times muito fracos, mas Pelé conseguiu mostrar sua genialidade em jogos oficiais de alto nível como Benfica 5 x 2 Santos ou Santos 3 x Penãrol, além de ter jogado muito em alguns duelos contra a Academia do Palmeiras e o Botafogo de Garrincha, apesar de que, pelo menos segundo o que um cara falou, alguns desses jogos foram monótonos. Mas até hoje em dia há clássicos ruins no mundo inteiro. Esse argumento não tem muita base sólida. Outra: a quem critique Pelé porque algumas de suas jogadas, como a tentativa do gol de meio-campo já foram concretizadas até por jogadores do Japão. Ora, quem não conhece um companheiro que fez uma vez na vida uma jogada numa pelada digna ou igual as que Messi faz? Isso diminui os lances do Messi ou qualquer outro craque? Claro que não. Continuam a ser geniais do mesmo jeito, não concorda com tudo que falei? Abraços.

rbn disse...

Pelé não se define por um ou dois jogos bons, mas sim por 20 e tal anos de carreira, sempre como a estrela principal, sempre como o melhor jogador do time, e sempre artilheiro do time, seja na seleção ou no clube.

Quem fez 92 hat-tricks ( 3 gols num só jogo ), fez 31 pokers ( 4 gols num só jogo ), 5 gols num só jogo em 6 ocasiões e o seu recorde, 8 gols num só jogo, na minha opinião não precisa provar nada a ninguém.

Os outros é que tem que tentar igualar e/ou ultrapassar esses números ( por exemplo, Messi e CR7, com 27 e 30 anos de idade em 2015, fizeram cerca de 30 hat-tricks cada um, são endeusados por todos porque fizeram 30 hat-tricks).Percebeu a dimensão da coisa?

Nem vou mencionar Copas do Mundo, porque apenas Brasil, Itália e Alemanha ganharam mais Copas que Pelé.Percebeu a dimensão da coisa?

Pelé em qualquer eleição séria ( não eleições da internet, onde até um chinês foi eleito o melhor jogador de todos os tempos, e como voce sabe, a China tem apenas 1 bilhão de habitantes ) nunca concorreu contra os melhores jogadores de futebol de todos os tempos, porque ganhou sempre.
Pelé em eleições sérias como a do Comite Olímpico Internacional, a Reuters, BBC de Londres ou o jornal L'Equipe concorreu contra os melhores de todos os tempos em todas as modalidades, e nas 6 eleições que concorreu para melhor atleta de todos os tempos, venceu 4 vezes( perdeu 2 eleições nos Estados Unidos, uma da CNN-Sports Illustrated, que elegeu em Michael Jordan e perdeu a outra para Muhammad Ali, mas ficou sempre em 2º lugar nas que perdeu, onde é claro que os americanos votaram caseiramente).Percebeu a dimensão da coisa?

Quem faz 1000 gols não pode ser uma fraude.CR7 aos 30 e Messi aos 27 anos (Messi faz 28 anos em junho) juntos ainda não chegaram aos 900 gols, mesmo contando com gols em jogos amistosos e na seleção.Percebeu a dimensão da coisa?

Pelé e Maradona disputaram 4 Copas, Pelé venceu 3.
Maradona em sua 1ª Copa, foi expulso de campo contra o Brasil por entrada de sola na barriga de Batista.Venceu a sua 2ª Copa, foi vice na sua 3ª Copa e foi expulso pela FIFA na sua 4ª Copa por uso de DOPPING.Percebeu a dimensão da coisa?

Resumindo, Pelé tem os números e os recordes a seu favor.Os outros é que tem que correr atrás do prejuízo, tem que tentar igualar, porque superar vai ser difícil.Podem igualalá-lo ou superá-lo numa coisa ou outra, como acho que Neymar vai fazer na seleção, que é marcar mais de 77 gols(Neymar já leva 40 gols na seleção, faltam 37 ), mas destronar Pelé em todos os quesitos vai ser muito difícil...nem juntando Messi, CR7 e Neymar vai dar...

Aqui tem 43 minutos de Santos 4 x Benfica de Portugal 0 em 1966...

https://www.youtube.com/watch?v=C676p4eJmlY

Matheus disse...

Concorda com tudo que você falou. E você também concorda com tudo que eu falei, né?

Matheus disse...

Minha seleção de todos os tempos: Yashin, Djalma Santos, Baresi, Maldini, Nilton Santos, Beckenbauer, Cruyff, Di Stéfano, Garrincha, Pelé e Maradona. Jogariam num 4-3-3. Concorda?

rbn disse...

Olá Matheus, agora que tenho tempo de responder, estive bastante ocupado.

A minha seleção de todos os tempos é quase igual, mas na lateral direita entra Carlos Alberto Torres, mas Djalma também era um monstro.

A minha dupla de zaga é Beckenbauer(o melhor beque que já vi jogar, uma mistura de Baresi, Maldini e Thiago Silva, embora também fosse um cracaço na cabeça-de-áera) e Bobby Moore(também no mesmo nível, um pouquinho menos técnico, mas muito mais forte a cortar bolas sem fazer faltas e sem apelar para a violencia, um cracaço).

Na lateral esquerda, o Mestre Nilton Santos.

No ataque não há dúvidas: Garrincha, Pelé e Maradona.Com Eusébio, Van Basten, Gerd Muller e Romário na reserva esperando algum titular se machucar:-)

Na meiuca é que é complicado:-)

Na minha opinião, podiam escolher 2 nomes entre estes pra jogar de nº 8 e nº 10: Cruyff, Di Stefano, Zidane, Zico, Rivelino, Platini, Puskas, Gerson Canhotinha, Didi, e outros que não me lembro agora, mas tem que ter alguém na frente da defesa, que podia ser Beckenbauer...

O problema é lembrar quem foi o melhor cabeça-de-área de todos os tempos.Voce consegue sem ir ao google lembrar de um nº 5 craque?
Eu escolheria Zito, com Paulo Roberto Falcão na reserva... ou até metia Beckenbauer, Gerson ou Didi, que também jogavam ali...e bem...

A minha seleção brasileira de todos os tempos, em 4-4-2, é Gylmar, Torres, Brito, Bellini e Nilton Santos.Didi e Gerson mais recuados pra roubar bolas e sair jogando com a qualidade de passe e lançamentos incrível que tinham, Zico e Rivelino mais adiantados pra criar, lançar e aparecer na área pra finalizar.

No ataque, Pelé e Garrincha é lógico:-)

Amanhã falamos melhor sobre os cientistas de hoje saberem mais que Einstein, passes errados e bolas isoladas por Pelé.

Mas repare que qualquer coisinha é motivo pra dizerem que alguém superou Pelé.

Quantas vezes voce já ouviu dizer que fulano, beltrano ou sicrano fizeram o gol que Pelé não fez?Muitas.
Mas voce consegue lembrar o nome de algum jogador que fez o gol que Pelé não fez?

Nem eu, só conseguimos lembrar do lance genial que está eternizado na história do futebol...:-)

Matheus disse...

Mesmo que o futebol hoje seja bem mais rápido, dinâmico e difícil de ser jogado, dizer que Pelé não tinha méritos no que fazia é burrice. Os lances geniais dele provam isso. É como vi um cara dizer: os jogadores de antigamente, se fossem treinados como os de hoje, ainda seriam gênios. Há uma evolução no futebol e Pelé com o talento que tinha, só gente sem noção nega o enorme talento dele, caso ele nascesse hoje, seria apenas uma questão de adaptação e treinos para ele jogar atualmente. Penso também que criticar craques do passado por causa da evolução do futebol chega até a ser injusto.É quase como comparar um pobre que não teve muita oportunidade com um rico que nasceu em berço de ouro. Hoje, os jogadores dispõem dos melhores recursos para aperfeiçoar suas habilidades técnicas e passar a bola em velocidade e sob grande da marcação adversária. Se Pelé jogasse hoje, ele teria acesso aos mesmos recursos. O que me irrita é o cúmulo de certas pessoas, cujos comentários você já dever ter visto, dizem que hoje Pelé não se tornaria profissional. Na verdade, Messi, sem tirar seus méritos de jogador fenomenal, se jogasse antigamente talvez não tivesse conseguido se tornar jogador. Na época não havia o tratamento que Messi fez para crescer e adquirir massa muscular também, se não me engano. Quero deixar claro mais uma vez que não estou criticando o jogador excepcional que é Messi. Muitos insinuam que Pelé não teria feito tantos gols se tivesse jogado na Europa e chegam a insinuar que, por isso, ele não teria ido jogar lá. A verdade é que sempre tem gente que procura todos os argumentos possíveis para tentar destruir mitos. Pelé não ficaria de fora. A diferença é que exstem os críticos sérios e aqueles que criticam só para polemizar e para isso descem seus argumentos ao mais baixo nível. Já vi gente escrever: Até minha avó jogaria futebol naquela época. Ou dizem: já que lembram tanto os gols de Pelé, porque não lembram Arthur Friedenreich? E ainda dizem que se o futebol na época de Friedenreich era amador, na prática o da época de Pelé seria semi-amador, pois os jogadores ganhavam bicicletas como prêmios. Eu não nego que Friedenreich foi um jogador excepcional por causa do amadorismo. Mas os críticos sérios de Pelé não negam que Pelé foi, pelo menos, um grandes jogador. Como o autor do livro A Verdade sobre Pelé. Como uma revista inglesa que chamou Pelé de superestimado, mas que antes de suas críticas reconhece que Pelé foi um grande jogador e que era completo. Ou alguém na internet que comentou o seguinte: Não se pode comparar, pois não se marcava a Pelé e Garrincha como se marca Messi, mas não se pode dizer que não tinham méritos. Outros, mesmo chamando a marcação antiga de piada se comparada a atual, não negam que Pelé foi genial, apenas dizem que, por vários fatores relativos a evolução tática e física do futebol, não é possível comparar craques de épocas diferentes. A verdade é que negar veementemente que até mesmo que Pelé tenha sido grande jogador, ou dizer que hoje ele seria comum, ou dizer que ele era rei do futebol amador, como alguns já chegaram a dizer, é coisa para ignorantes, desinformados, gente sem juízo, sabichões ou com pura má fé. Se tem gente na internet que ousa chamar o Holocausto de produto da mídia, porque não haveria gente que faria o mesmo com Pelé? Afinal, ninguém é unânime. Acho que você conhece melhor que eu todos esses argumentos que eu disse que o pessoal usa para depreciar Pelé, não é? Abraços.

Matheus disse...

E só mais uma coisa: tem gente que diz: 1000 gols até Túlio Maravilha tem. Um argumento sem sentido. Agora, já ouvi falar que Romário tem mais gols oficiais que Pelé. Me desculpe por lançar tantos questionamentos e críticas que fazem a Pelé, é que algumas pessoas estão tão convictas de suas críticas a Pelé que chegam a ver os que o elogiam como alienados da mídia. Eu acabo ficando com dúvidas e gostaria que você me esclarecesse todas as que disse a você desde que começamos a conversar. Me desculpe se estiver pedindo demais ou incomodando. Abraços.

rbn disse...

Olá Matheus, como já disse, escrevem que muita gente já "superou" Pelé, nem que seja em um mísero detalhe.

É como o antigo centro-avante Gaúcho, que superou Pelé jogando de goleiro porque Pelé nunca defendeu um penalty.Gaúcho defendeu um penalty, portanto "Gaúcho superou Pelé".

Romário coloca gols na seleção olímpica, gols no Torneio Teresa Herrera, gols na Gold Cup e gols em torneios de verão na europa(como o Torneio de Amsterdam na Holanda) e muitos jogos amistosos na seleção como gols oficiais, e assim tem mais "gols oficiais que Pelé", mas na verdade não tem.

Se assim fosse, Pelé tinha 95 gols, e não 77 gols pela seleção brasileira.

Na lista de Túlio Maravilha valia gol até contra o time do orfanato...

por isso é que eu coloco em negrito nos jogos amistosos de Pelé os "times fraquinhos" que ele enfrentava.

Os europeus tem a mania de que sempre foram o centro do futebol, quando na realidade na época de Pelé, quem mandava no futebol mundial era o Brasil.A europa sempre teve dinheiro, sempre tentava contratar as estrelas sul americanas a peso de ouro, mas na época, também o Brasil tinha condições de manter todos os seus craques jogando no país, tanto que muitos poucos craques da seleção foram para a europa.

Se Pelé ia se dar bem jogando na europa? Na minha opinião, ia render o triplo do que rendia, porque ia ter menos jogos por ano.

Porque enquanto que no Brasil, Pelé tinha de jogar competições e amistosos quase simultaneamente, em longas viagens pelo mundo afora, às vezes entre 15 a 22 jogos por mês, num clube europeu organizado, Pelé ia fazer pré-temporada completa de 2 meses no verão europeu.

Depois iria apenas disputar as 3 competições oficiais européias na época, que se resumiam em campeonato nacional do país, taça do país e champions league, entre agosto e maio.
E obviamente, jogar pela seleção brasileira em amistosos.

Resumindo, se num calendário bagunçado no Brasil, tendo que jogar Taça de Prata, Rio-São-Paulo, estadual, Libertadores e amistosos quase simultaneamente, quase sem tempo pra cuspir, Pelé fazia aquilo tudo, imagina num calendário organizado como o europeu...

Matheus disse...

O que você responderia para pessoas que dizem esses comentários que vou transcrever na íntegra:
"ja ta na hora de pararem com essa palhaçadfa de dizer "nao se compara ninguem conm pelé", qualquer um que entende um minimo das cosias sabe do marketing q existia na epoca pra fazer do pelé uma lenda, e mesmo q voce discorde disso, ainda existe o fator que o futebol evoluiu muito daquela epoca pra ca,aquilo era futebol amador, qualquer jogador daquelas epocas teria que se esforçar muito pra ser alguem no futebol de hoje em dia... até o pelé"
"não podemos comparar o futebol lixo de antigamente com esse futebol atual sem noção nenhuma"
"quanta ignorância n tem como comparar o nível técnico de 40 anos atras com o de agora com certeza o brasil tomaria uma sacola."
"Matéria fraquíssima. Duas épocas totalmente diferentes. O Futebol atual é completamente diferente do futebol de mais de 20 anos atrás"
"Comparação ridícula , cada um na sua geração , futebol de ontem nunca foi igual de hoje!"
"KKKK.....só pode ser materia paga !!.....Se jogassem espanha e brasil de 70, ia ser parecido com o jogo do Taiti....so uns 10 X 0 a favor da espanha....esse pessoal recalcado, invejoso....acordem !!!"
"mas o fred ta certo, o futebol evoluiu. na época eles podiam ser os melhores, mas hoje em dia eles não têm sequer o mesmo preparo físico. taticamente também estão ultrapassados"
"a seleção de 70 hoje em dia jogaria em varsea."
"Amigão o time de 70 foi incrível msm, mas vc assistiu aos jogos da copa de 70? A final pelo menos? Os caras tinham 20 minutos pra tocar a bola, ninguém encostava o Gerson pegava na bola e o italiano mais próximo estava a 8 mtos. O estadio, a bola, não tem nada a ver com o que vc esta falando é uma questão de capacidade física e tática. O que podemos dizer sem duvida é que os jogadores de hoje com certeza jogariam mto em 1970, já os de 70 não temos como saber de que maneira se comportariam hoje. Presumo que com menos tempo pra pensar não jogariam tão bem.."
O que você acha desses argumentos que sempre usam para criticar não só Pelé, mas o futebol de antigamente?

Matheus disse...

Mando outros comentários via pdf para seu e-mail de contato. Quero que os leia e me diga o que acha deles também.

Matheus disse...

Qual é o seu e-mail para eu te enviar?

rbn disse...

Os adversários mantinham distancia porque se entrassem de primeira, provavelmente levavam um drible humilhante.Raramente os zagueiros jogavam na antecipação porque corriam risco de errar o tempo e perder a viagem e com isso, deixar o craque livre...marcação homem a homem era a melhor solução na época, porque o zagueiro tinha a chance de às vezes roubar a bola ou no caso de Pelé, matar a jogada com falta...

O melhor exemplo hoje em dia é Messi.

Ninguém entra de primeira em Messi porque sabe que vai ser driblado, e o cara vai fugir pra armar a jogada e fazer gol, portanto isto explica porque os caras antigamente mantinham distancias dos craques até certo ponto... e quando chegavam junto, era pra fazer a falta.

Isso de época de "amadorismo", que até a" minha avó jogava naquela época" é desculpa de aleijado, inveja, e até desdém...porque chamar de amadores 2 gerações de jogadores, a maioria deles craques que estão na história do futebol mundial, que ganharam 3 copas do mundo é realmente de uma ignorancia sem igual...

A seleção de 70 tinha 5 camisas 10 no time titular (Jair, Gerson, Tostão, Riva e Pelé) e tinha o craque Wilson Piazza, cabeça-de-área no Cruzeiro, formando dupla de zaga com Brito.Era muito craque jogando junto, mas a diferença pros dias de hoje é que eles tinham a humildade suficiente para respeitarem-se uns aos outros e quando alguém fazia merda em campo, levava esporro, fosse Pelé fosse qualquer um...Em 1958 e 1962 nem se fala, tinha Pelé e Garrincha no mesmo time, e com esses dois em campo, a seleção nunca saiu de campo derrotada, é mole?

A diferença da época de Pelé pra hoje é somente a preparação física mais aprimorada(portanto o jogo ficou mais rápido, mas nem tanto), o conforto de hotéis 5 estrelas e os salários astronômicos...os zagueiros de hoje em dia, com raras excessões de craques como Thiago Silva, Maldini, Tresor ou Baresi, continuam quase iguais aos de antigamente, distribuindo porrada e matando a jogada...a diferença é que hoje há cartões amarelo e vermelho e há câmaras de tv de todos os ângulos...e na época de Pelé não havia substituições...

Havia zagueiros bons e ruins, como em todos os tempos, mas do meio campo pra frente, a qualidade era infinitamente superior a de hoje...hoje em dia são raros os volantes que sabem fazer passe, são raros os volantes que sabem sair jogando, são raros os volantes que sabem chutar em gol...

Pra finalizar sobre " Presumo que com menos tempo pra pensar não jogariam tão bem..", eu vou citar Nilton Santos, que disse:

"Na cabeça de muito jogador não passa nada no momento de fazer uma jogada.
Na de Pelé passa um longa metragem."

Matheus disse...

Gostaria que você fizesse artigos no seu site analisando comentários de pessoas que criticam Pelé pela internet. Poderia começar analisando detalhadamente esses que eu te mandei e depois outros que eu quero enviar pelo e-mail. Me diga qual é seu e-mail e te mandarei. Peço desculpas desde já por ter feito um documento com dez páginas só com comentários. Quero que faça esses artigos detalhados para que eu possa eliminar de vez essas dúvidas que surgem em mim sempre que as pessoas dizem isso na internet, porque elas falam com uma convicção impressionante. Os argumentos utilizados por elas são, pelo menos na mente delas, incontestáveis. Mas reparo como o argumento de que o futebol hoje é muito melhor taticamente, fisicamente e difícil de ser jogador é o argumento que quase sempre é usado para diminuir Pelé.

Matheus disse...

Tenho mente fraca, confesso. Me responda, faça esses artigos e me diga seu e-mail, por favor. Acho que seu site ganharia também, teria maior poder de convencimento. Abraços.

Matheus disse...

Peço desculpas por te bombardear com esses comentários. Mas é que eu quero estar bem informado sobre tudo, certo? Você poderia seguir minha ideia de fazer artigos analisando comentários de pessoas que criticam Pelé pela internet. . Poderia começar analisando detalhadamente esses que eu te mandei e depois outros que eu quero enviar pelo e-mail. Me diga qual é seu e-mail e te mandarei. Peço desculpas desde já por ter feito um documento com dez páginas só com comentários. Obrigado. Abraços.

Matheus disse...

Como você não me deu seu e-mail ainda, por favor, quero que você analise esses comentários abaixo:
Se na época de Friedenreich, o futebol era amador, na época de Pelé era semi-amador, pois os jogadores ganhavam terno e bicicleta quando ganhavam Copa.
Outros tempos. Muita ingenuidade no futebol, assim como em outros esportes. Hoje, essa seleção de 70 seria massacrada pelo XV de Piracicaba.
Ele foi rei, sim, rei do futebol amador.
"mas o fred ta certo, o futebol evoluiu. na época eles podiam ser os melhores, mas hoje em dia eles não têm sequer o mesmo preparo físico. taticamente também estão ultrapassados"
"ja ta na hora de pararem com essa palhaçadfa de dizer "nao se compara ninguem conm pelé", qualquer um que entende um minimo das cosias sabe do marketing q existia na epoca pra fazer do pelé uma lenda, e mesmo q voce discorde disso, ainda existe o fator que o futebol evoluiu muito daquela epoca pra ca,aquilo era futebol amador, qualquer jogador daquelas epocas teria que se esforçar muito pra ser alguem no futebol de hoje em dia... até o pelé"
"quanta ignorância n tem como comparar o nível técnico de 40 anos atras com o de agora com certeza o brasil tomaria uma sacola."
"Matéria fraquíssima. Duas épocas totalmente diferentes. O Futebol atual é completamente diferente do futebol de mais de 20 anos atrás"
"Comparação ridícula , cada um na sua geração , futebol de ontem nunca foi igual de hoje!"
Luis Gustavo - 2/2/2015 às 15:32
O jornalista responsável pela publicação dessa matéria não passa de mais um fanático a tentar defender algo que qualquer pessoa em plena consciência sabe ser impossível comparar. Na época do Pelé, os zagueiros não sabiam nem o que era marcação, e os goleiros não entendiam quase nada sobre posicionamento,isto aliado ao fato dos resultados dos jogos serem 13 x 0, 8 x 0 fica fácil fazer 1286 gols. Hoje o futebol é muito mais dinâmico, com jogos mais apertados e com muitas táticas sendo utilizadas para se conseguir vencer.
Se jogadores da atualidade preparados para jogar contra defesas de alto nível jogassem na época de Pelé seria covardia, pois fariam muito mais do que Pelé fez.
E não venha me mandar ver o filme do Pelé Eterno que eu já vi e estou dizendo isso com base justamente nele.
Para mim jogadores como Zidane, Messi, Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho, Romário entre vários outras são melhores que este produto da mídia chamado Pelé.
Pelé foi craque na sua época devido a facilidade de jogar futebol naquele período, no futebol atual ele seria apenas mais um.

Matheus disse...

Outros comentários também ácidos que quero que você analise:
"Acho completamente absurda essa discussão de melhor jogador de todos os tempos, é algo que vai depender não só dos verdadeiros títulos conquistados e gols marcados ao longo da carreira mas também de uma opinião bem pessoal. Ora por isso se consegue entender como esse jornalista defende com unhas e dentes que Pelé é o melhor jogador. Não é nem nunca foi, acabou ganhando 3 copas do mundo fazendo parte de seleções que seriam campeãs da mesma forma sem ele presente, pura sorte ter nascido nessa época, depois marcar mais de mil gols jogando no Santos e unicamente no Brasil não é algo que ele se deva orgulhar, se tivesse jogado na Europa num campeonato bem disputado e dificil, como italiano, inglês, alemão, espanhol,tanto faz, a sua carreira seria levada a sério, agora assim não passa de um boneco, elevado a deus, sem duvida o mais sobrevalorizado jogador da história, qualquer pessoa que entenda o mínimo de futebol e de história sabe que Pelé ter sido considerado o 4o melhor por esses americanos prova que eles podem não entender muito de futebol, mas foram até elogiosos para com ele, porque a verdadeira posição seria muito abaixo do numero 20,
existem e existiram pelo menos uns 20 ou 30 jogadores na história que foram muito, mas muito superiores a Pelé, é quase uma ofensa a quem entende de futebol considerar esse homenzinho um grande jogador. E digo mais, brasileiro ficou muito mal habituado e acha que ainda hoje são as camisas amarelas que vencem jogos, pois acordem para a vida, o futebol brasileiro está adormecido, os clubes são falidos e ruins, estão muito atrás em tudo até de países do leste europeu, do méxico, mesmo americanos, chineses. Deveriam ser os brasileiros os primeiros a reconhecer que é Rei Pelé não passa de um placebo futebolesco, para acharem que ainda são bons em alguma coisa, porque não aceitam as críticas e não conseguem aceitar que Maradona foi muito superior a Pelé, tal como Cruyff, Best, Di Stefano, Eusébio, Garrincha, Sócrates, para citar apenas alguns. Hoje em dia brasileiro não entende nada de futebol europeu, conhece 2 ou 3 clubes e alguns jogadores e pronto, história nem se fala. Vivem de sonhos e do passado. E viva o Rei Pelé."

Matheus disse...

Agora te passo outros comentários que quero que você leia:
"Quanto a ver jogos inteiros, voce não se deu ao trabalho de perguntar-me só de afirmar. Vi vários jogos em video e tanto do Santos, Botafogo ou da tão badalada seleção de 70… Alguns jogos bons, nenhum excepcional e a maioria bem monótonos. Inclusive é bom que se diga que
a própria seleção de 70 não fez nenhum jogo acima da média o melhor foi o da final com a Itália. O próprio Carlos Alberto Torres admitiu que por exemplo contra a Inglaterra, apesar de ter vencido o jogo, o Brasil foi inferior. Vi o Pelé errando um passe de tres metros e proporcionando um gol contra o Brasil. Ou a agressão (cotovelada) contra o Uruguai que teria sido razão simples para a expulsão dele mas a imprensa brasileira trata o caso até com uma certa dose de lirismo.
Paulo - 13/4/2012 às 17:52
Nenhuma ofensa, bajulação é o termo apropriado e não tem a intenção de ser grosseiro, apenas exato. De qualquer modo a discussão é salutar embora exiata uma nítida inquietação e revolta não só em você mas em todos os que gostariam de ver uma aclamação unânime ao Pelé. Isto não acontece mais e um dos motivos é que as pessoas têm muito mais informação hoje do tinham antes. A manipulação de fatos ou o simples exagero destes já não passa tão despercebido. As pessoas têm muito mais que relatos apaixonados ou fanáticos sobre os temas. Não se consegue mais com tanta facilidade empurrar goela abaixo os mitos como se fazia outrora. Isto não é privilégio do esporte. Felizmente isto já se aplica em todos os setores da vida. Claro que ainda há muita desinformação, mas a tendência é melhorar e cada vez mais ficará difícil criar ídolos de gesso.
Alfredo - 13/4/2012 às 15:19
Muito bom esse tipo de matéria para mostrar que o brasileiro se deixa enganar com facilidade. O futebol dos últimos vinte anos é muito diferente do jogado ao tempo do Pelé. Dizer que ele foi o melhor e que é incomparável, é uma bobagem típica de pessoas que insistem em não olhar as transformações de frente. Pelé foi o melhor do tempo dele, e até isto é questionável. Mas o Maradona foi o maior também à época dele. O Ronaldo Fenomeno idem. Hoje temos o Messi. E depois surgirá outro. Chega dessa babuzeira tola de querer quer todos aceitem um “rei”. Essa máscara caiu. Aceitem ou não aceitem."

Matheus disse...

São os penúltimos, é sério:
"Comparação ridícula , cada um na sua geração , futebol de ontem nunca foi igual de hoje! Fred Brasil
há 2 anos, respondidohá um ano KKKK.....só pode ser materia paga !!.....Se jogassem espanha e brasil de 70, ia ser parecido com o jogo do Taiti....so uns 10 X 0 a favor da espanha....esse pessoal recalcado, invejoso....acordem !!!
BRASIL = O MELHOR NA ÉPOCA DOS DINOSSAUROS , ESPANHA = A MELHOR DA ERA MODERNA Alan Parreira"

Matheus disse...

Como este último comentário dos outros que quero que você analise é muito grande, vou dividi-lo em partes:
"Último comentário dos outros que posto.
O quarto lugar está muito correto,¨”nosso rei” nao mereçe mais que isto.
Os descontentes devem entender que o mundo nao acabou em 1970.
Os carros , os aparelhos de telefone de tv os carnavais de hoje nao sao iguais os de 1970.
Em 1970 os treinaores e dirigentes fumavam a beira do gramado e era considerado elegante, hoje é proibido cigarros em estadio.Sera que alguem gostaria de chegar a um pronto socorro passando mal e ser atendido por um medico que usa os mesmos recursos clinicos de 1970.
Se andarmos pelo centro de SAo Paulo, veremos muitos jovens e crianças acompanhadas dos pais usando camisa 10 do Barcelona ou da Seleção Argentina com o nome de Messi nas costas , sendo que estas camisas nao sao ganhadas , sao compradas , o que mostra que o fenomeno nao é coisa de argentino ou de americano que nao entende de futebol.
A descrença das gerações atuais em relação ao “rei” é muito grande e as gerações passadas começam a ter coragem de rever seus conceitos quando se ve os precarios videos da decada de 60 e percebe-se que as tais “jogadas geniais” hoje sao repetidas rotineiramente , inclusive por jogadores sem expressão:
O gol do final da copa da Suecia , repetido á exaustão, já aconteceu várias vezes em jogos da serie B do campeonato paulista.
O lance da copa 70 em que pele ve o jogador adiantado e tenta encobri-lo e erra o chute é mostrado como um grande momento de Pele, porém até na Segunda divisao do campeonato japones já aconteçeu gol do meio do campo e de cabeça, conforme mostrado pela tv.
Dizer que Pele é incomparavel é um absurdo, pois em nenhum ramo de atividade humana existe pessoa incomparavel.
Dizer que é o maior jogador de todos tempos também é um absurdo , pois ele não jogou em todos tempos, daqui a uns anos outro jogador ocupara o lugar de Messi, podendo ser até um brasileiro.
Se Pelé foi um atleta completo então Adriano e Ronaldo Fenomeno são atletas mais que completos, pois Pelé sempre repetiu que só entrava em campo se estivesse em perfeita forma fisica, esto é para Pele a forma fisica era uma limitação para Pele , enquanto Ronaldo mesmo com a forma fisica sendo motivo de piadas consegue entrar em campo e ter participação ativa.
Em 1974 Pele jogava pelo Santos , já ostentava o titulo de rei do futebol, incomparavel, o melhor do mundo, etc.. estava em perfeita forma fisica e mesmo assim recusou disputar a Copa da Alemanha.
Agarrar ao criterio dos retrospectos nao tem sentido, pois nem sempre o retrospecto traduz a verdade:
Dario Maravilha marcou mais gols que Garrincha e sera que alguem tem a coragem de dizer que Dario foi melhor que Garrincha.
Friedreich marcou 1329 gols considerados pela FiFA, porem é visto com muito desprezo pela imprensa.Ora, se os gols de Friedreich sao coisa do passado , os gols de Pele estão a meio passo de virar passado.Se na epoca de Friedreich o futebol era amador , na era de Pele o futebol era SEmi amador, pois eram os jogadores que costuravam os uniformes e os premios pela conquista de uma copa do mundo eram terno e bicicleta.
Os meios usados para divulgar a imagem de Pele não sao mais usados e nisto ele foi beneficiado.Hoje existe muita informação muito recurso de cameras e muito acesso á informação e ninguém é obrigado a acreditar naquilo que não ve, hoje nada que acontece dentro de campo pode ser escondido ou aumentado.Nos fins dos anos 50 e inicio dos anos 60 as pessoas so conheciam Pele pelo radio e pelo Canal 100, que era um compacto cuidadosamente editado, pelo radio , como ninguém estava vendo podia -se exagerar a vontade.
Com isto, jogos cansativos para as gerações de hoje como Santos x Botafogo pela Taça Brasil de 63 e Santos2 x BocaJunior 1 pela libertadores de 63 , foram rotulados de “jogos memoráveis”, exporadicamente a Tv Cultura exibe na integra estes jogos.A jogada de Garrincha no jogo contra a Espanha na Copa 62 é descrita como “jogada Antologica”, porém hoje para uma jogada super comum.

Matheus disse...

Outra parte daquele comentário do outro:
"Com o inicio da popularização da Tv e as primeiras transmissões ao vivo ou VT , houve uma certa frustração:aquilo que se via não batia com o que se ouvia, as vezes a pessoa precisava assistir um jogo inteiro para uma jogada genial e pelo radio a todo momento aconteciam “jogadas geniais”
Para contornar a situação, a imprensa esportiva deu a curiosa explicação: “Pele mudou seu estilo de jogar , antes jogava para a plateia , agora joga para a equipe”.Expllicação curiosa, pois com o advento da tv a plateia ficou muito maior e neste momento é abandonada pelo “rei”.
Outro fato curioso é que a imprensa da epoca era muito parcial com Pele;se jogava bem era genio, se jogava mal a não era criticado e dizia -se que pele é sem comentario e para isto recorreu -se á expressão Hors-concur, aplicada de maneira incorreta.em qualquer evento , o participante hors_concur não julgado , nem bem, nem mal, mas também não compete e não interfere no resultado do evento.Ora Pele competia, interferia no resultado do evento, marcava gols , cometia e sofria faltas etc.Resumindo; um hors-concurs muito conveniente.
Nos dias de hoje não existe hors-concur, o jogador para ser o melhor tem de jogar, se jogar mal também é criticado e vaiado.
Este espirito pro- Pele atingiu também o torçedor:
As pessoas não tinham coragem de criticar Pele, mesmos torçedores de outros times, inclusive na minha cidade do interior espalhou-se a ideia de que criticar Pelé era subversão e a pessoa poderia ser enquadrada na lei de segurança nacional.Muitas pessoas cresceram , viveram e muitos já morreram acreditando que este absurdo fosse verdade.
O narrador do canal 100 sempre repetia a expressão que os torçedores seguiam a risca”Pele não se vaia”
Outra triste consequencia desta politica pro Pele era a atuação dos arbitros:Os arbitros nao tinham liberdade para conter as praticas anti-futbolisticas do “rei” :Pele tinha o habito de tentar cavar faltas e penaltes ou de dominar ou conduzir a bola com a mão,porém se os arbitros insistissem em punir tais jogadas era hostilizado pela imprensa esportiva e consequentemente pela torçida e como as cameras eram precarias, mostravam o lançe de um angulo só, os arbitros preferiam deixar passar o lançe para evitar problemas. O unico arbitro que teve moral par conter as praticas anti-futebolisticas de Pele foi Armando Marques,que até hoje carrega o estigma de que “perseguia Pele”.Um fato curioso ocorreu apos o jogo Santos 0 X America Rj 1 em 196l. Armando marques expulsou Pele e um canal de Tv mostrou um pai com uma criança chorando, pois a criança queria ver Pele e Armando Marques não deixou.Usar criança para conseguir alguma vantagem sempre foi um tema polemico e hoje com certeza provocaria reações de entidade como Conselho Tutelar e Juizado da Infancia e Juventude.Ha algum tempo atrás , um canal de tv colocou frente a frente Armando Marques e esta criança já adulta que disse que não tinha muita noção do que acontecia e reconheçeu que Armando marques estava correto.
Com o advento de novas camaras , que mostram o lançe sobre varios angulos, tais “perseguições acabaram.
Um exemplo claro foi na copa 70 no jogo BrasilXRomenia.Os saudosistas vivem falando dos grandes lançes de Pele na copa em que a bola não entrou, porém esqueçem um golaço marcado pelo “rei” neste jogo e que o juiz anulo:Pele sobe com um zagueiro d Romenia ganha a bola mata no peito e chuta antes da bola cair no chão: um golaço.A camara do outro lado
mostra claramente que Pele dominou a bola graças a um gesto voluntario com a mão , isto é :desviou a bola do zagueiro com a mão. Nos dias de hoje esta prática anti-futebolistica é
punida com cartão vermelho, na época o juiz apenas anulou o gol, ninguém falou em perseguição."

Matheus disse...

Última parte:
"Campeonato paulista 1970 segundo turno, Sap Paulo3x Santos 2: Em uma jogada dentro da pequena area ,Pele choca com o goleiro Sergio e diz que foi penalte, o juiz nao marca,Pele tenta liderar um tumulto de jogadores do Santos contra o arbitro e em protesto sai de campo, tentando jogar a imprensa e a torçida contra o arbitro. Nenhum reporter ou comentarista fica ao lado dele e seus companheiros de equipe o convence a voltar a campo, ninguem fala em persegução e a camara colocada atrás do gol mostra Pele se jogando contra o goleiro: estava cada vez mais dificil praticar o antifutebol e nos dias atuais esta jogada seria punida no minimo com cartão amarelo. Porém os descontentes não estão preocupados se os jornalistas americanos entendem ou nao de futebol, o problema é que foi mostrada uma verdade que muitos insistem em não reconheçer: Pele não foi tudo aquilo que os brasileiros pensavam e hoje está começando a se abrir espaço para rever este assunto que antes era tabu. Pele que ja jogou nos Estados Unidos e até fez filmes com astros de Hollywood.Alias, este é um fato que todos descontentes fazem questão de “esqueçer”:Pele jogou nos Estados Unidos e defendeu a seleção americana na Copa da Independencia realizada em 1976 e deve ter frustrado demais a expectativa dos americanos:Passou o torneio inteiro correndo atrás da bola , conseguindo toca-la por pouquissimas vezes e a unica vez que “apareçeu” foi em um lançe de gol de mão muito pareçido com o de Maradona na Copa de 86 e que foi anulado pelo arbitro. Hoje esta prática anti-futebolistica é punida com cartão vermelho.Como o torneio foi transmitido para o Brasil, a imprensa esportiva procurou amenizar ao maximo o fiasco , dizendo que o “rei” jogou com a experiencia.
Outro fato, o mais grave, é que era um jogador extremamente violento e desleal, quebrou intencionalmente a perna de varios jogadores brasileiros e estrangeiros e para amenizar a situação a imprensa da epoca criou a sugestiva explicação: “Pele sabe bater”. ora saber bater deve ser qualidade de pugilista e não de jogador de futebol. A imprensa da epoca dizia que saber bater era uma virtude de Pele, pois ele batia e ninguem via ,porém a verdade não era esta ,talvez o publico não via , porém o arbitro e a imprensa colocada em local privilegiado viam, o arbitro não marcava para não criar confusao e a imprensa omitia por conviniencia, para não manchar a imagem do “rei”.Dizia-se que Pele apenas defendia das jogadas desleais dos adversarios, porém Pele sempre saia ileso e os adversarios gravemente feridos. Emfim, se colocar Pele em quarto lugar é um insulto, os “insultados” devem se preparar, pois com o passar do tempo , os insultos cada vez aumentarao mais e a tendencia é o “rei ” cada vez cair mais no ranking.Porém uma coisa podem ter certeza :Na “arte de saber bater” nunca Maradona e Messi conseguirão igualar a Pele, felizmente. Quanto aos saudosistas do anti futebol,saudosistas do futebol arte da violencia, da arte de saber bater, todos estes saudosistas devem entender que a epoca do anti-futebol acabou , hoje estamos na epoca do futebol, não havendo espaço para jogador que sabe bater , apenas para jogador que sabe jogar.
Não da pra comparar uma época em que se amarrava cachorro com linguiça com agora. O futebol de hoje em dia é muito mais difícil, a preparação dos jogadores mudou, a estrutura mudou, os técnicos evoluiram muito, os jogadore evoluiram muito, a marcação é muito mais forte, os jogos são muito mais equilibrados, enfim, tudo melhorou, só não ve isso quem é saudosista fanático, ou quem não quer enxergar a realidade. ridiculo essa comparação, é impossivel se comparar o futebol de 40 anos atras com o de hoje.. mesmo tendo alguma semelhança.. em 70 jogadores corriam em média 4km, hoje chegam a 11km.. é absurdo fazer essas comparações! ainda mais de jogador por jogador. Falta de matéria interessante afeta as cabeças desses jornalistas, não é possível.

rbn disse...

Li os comentários com toda a atenção, e são praticamente todos uma mesma repetição de ódio misturado com inveja, procurando detalhes e coisas menos boas pra minimizar a obra de Pelé.

A má fé e a ignorância é tanta que um cara até escreve que as seleções de 58, 62 e 70 seriam campeãs na Copa sem Pelé, que ele teve sorte em nascer naquela época e etc...

Eu queria que quem escreveu isso me explicasse porque é que Pelé era sempre convocado pra seleção, era sempre titular na seleção, jogou 115 vezes e fez 95 gols...

Também queria que ele me explicasse como é possível um garoto de 16 pra 17 anos jogar a bola que jogou e não tremeu, numa seleção que tinha Garrincha, Vavá, Nilton Santos, Didi, Zagallo, Gylmar, Zito, Djalma Santos em 1958 e fazer 6 gols em 4 jogos na sua estréia em Copa do Mundo...deve ser sorte e puxa-saquismo da imprensa pra construir uma lenda, só pode ser isso...é sorte...

Pelé realmente sabia bater, era malandro e quando podia e tinha a chance, dava o troco em que lhe batia várias vezes durante o jogo sem dó nem piedade...e realmente em 2 ou 3 ocasiões, bateram-lhe tanto e o juiz nada maracava, nem expulsava ninguém, que ele entrou mesmo pra rachar e quebrou pernas de 3 carniceiros...

Quanto a fazer jogadas ilegais com a mão ou cavar faltas e penaltys, eu nunca conheci nenhum jogador anjinho, que não tentasse fazer batota sem o árbitro ver...em todos os tempos sempre foi assim...se voce conhece algum jogador anjinho, me apresenta...

Também gostaria que os que fizeram os comentários que voce mandou respondessem se conhecem algum jogador de qualquer época, de qualquer planeta, ou em qualquer playstation que:

1)tenha habilidade e técnica fora do normal nas duas pernas
2)chute bem com as duas pernas, forte ou colocado
3)seja exímio cabeceador e salte mais de meio metro acima do chão
4)corra 100 metros em 10 segundos com a bola dominada
5)tenha rapidez de raciocinio
6)tenha força de explosão
7)seja exímio driblador e que dê dribles curtos em alta velocidade
8)seja exímio batedor de faltas
9)seja exímio batedor de penaltys
10)arranque depois do zagueiro e chegue na frente
11)faça passes e assistencias que deixem o companheiro na cara do gol na maioria das vezes
12)volte pra ajudar a defesa
13)seja matador nato
14)que jogue de goleiro
15)que seja fortíssimo no mano a mano

Há mais, mas vou resumir: Pelé era completo...

Há muitos jogadores com poucas ou algumas dessas características, mas nunca existiu nenhum jogador com todas essas características, só Pelé...se voce conhecer algum igual, me apresenta...

Depois, se voce conhecer, me apresenta um jogador que aos 29 anos de idade tenha venceu 3 copas e fez 1000 gols...

Enquanto Pelé com 17 anos já era campeão do mundo, Maradona, Zidane, Messi e outros ainda nem eram titulares ou reservas nos clubes onde jogavam (alguns nem faziam parte do elenco do time principal) e nem sequer eram convocados pra seleção principal...enquanto estes eram promessas de craque aos 17 anos, com 17 anos Pelé já era titular absoluto no Santos que era metade da Seleção...e na Seleção...

Obs: Quem batizou Pelé de Rei não foi ele nem a imprensa brasileira, foram os jornalistas franceses do conceituado jornal L'Equipe em 1958, quando Pelé tinha apenas 18 anos, não foi depois da Copa de 70 nem depois que parou de jogar...

Foi "sorte" e "amigos da imprensa" pra transformar Pelé em lenda...

Matheus disse...

Obrigado por responder. Gostaria que você fizesse artigos no seu site analisando cada um desses comentários que fizeram que eu enviei para você. Para que as pessoas sérias, como eu, possam acabar com qualquer dúvida sobre Pelé, pois argumentos como a evolução do futebol, mídia e radialistas e compactos em vídeos estão entre os vários usados para criticar Pelé. Você aceita minha sugestão de fazer esses artigos? E gostaria também que você postasse outros comentários aqui explicando detalhadamente cada um dos argumentos utilizados para criticar Pelé nesses enormes comentários que o pessoal postou e eu enviei, tá? Abraços e obrigado.

Matheus disse...

Achei um cara que escreveu o seguinte:
"Para mim o melhor de todos os tempos sempre foi o Zinedine Zidane, o cara jogava de mais, era completo e matador,artilheiro e dava assistências, me perdoe fãs de Pelé mais o que eu vou falar aqui é verdade, Pelé jogava em um tempo que o futebol nem era esse futebol competitivo de hoje, os jogadores tinham vários empregos, antigamente as posições não eram disputadas como hoje em dia, os marcadores eram horríveis e se antes Pelé e cia usava uniformes muitos pesados, chuteiras ruins e bola ruim, TODOS os jogadores usavam tambem, e se hoje os equipamentos são melhores todos usam também ai dá no mesmo, e não venha me dizer que antigamente o futebol brasileiro era difícil como na europa, porque não era!!! e se ainda tá em duvida é só comparar o top 10 gols de Pelé com de Zidane, Cr7, Messi, Maradona, Ronaldinho e outros que faziam e fazem golaços em marcadores e goleiros de verdade. Bom essa é a minha opinião, se não gostou, VAI PRA **** QUE PARIU!!!!!

Matheus disse...

E também, além de comentar o que está no comentário acima, não se esqueça de me dizer se vai fazer artigos no seu site analisando cada um desses comentários que fizeram que eu enviei para você. E gostaria também que você postasse outros comentários aqui explicando detalhadamente cada um dos argumentos utilizados para criticar Pelé nesses enormes comentários que o pessoal postou e eu enviei, tá? Por favor. Obrigado.

Matheus disse...

Um cara também escreveu o seguinte:
"Queria ver o Pelé nos dias de hoje, seria muito menos que o Neymar, naquele tempo o povo tem de entender, que não havia marcação, os caras eram muito ruins, imagine hoje com tantos zagueiros bons no mundo, coitado do Pelé, estaria há muitos anos luz de Messi este sim é um gênio o maior de todos os Tempos...."
E o cara que falou isso também considera Beckenbauer, Johan Cryff, Di Stéfano e qualquer outro jogador de antigamente inferior aos atuais. Não é só Pelé que é criticado, já vi criticarem tantos craques de antigamente sempre com esse mesmo argumento. Veja o que escreveram para criticar Gérson:
"A epóca dos dinaossauros está acabando, cada um em seu tempo foi o melhor, esse papo de achar q tudo de antigamente era bom e atual tudo é uma porcaria é de uma falta de senso crítico enorme."
E para criticar Cruyff:
"Cruyff pode ter sido um excelente jogador, mas nem ele mesmo pode ser comparado ao C. Ronaldo. Primeiro porque a forma física de Ronaldo é muito superior ao que foi a de Cruyff um dia. Segundo porque ele decide jogos difíceis, faz gols, muitos gols. Terceiro porque o futebol de hoje é muito mais difícil de ser jogado.Cruyff pode ter sido um excelente jogador, mas nem ele mesmo pode ser comparado ao C. Ronaldo. Primeiro porque a forma física de Ronaldo é muito superior ao que foi a de Cruyff um dia. Segundo porque ele decide jogos difíceis, faz gols, muitos gols. Terceiro porque o futebol de hoje é muito mais difícil de ser jogado."
O que acha desses argumentos?

Matheus disse...

Gostaria também que você me dissesse o que acha desses argumentos abaixo que me deixaram intrigado:
"Friedreich marcou 1329 gols considerados pela FiFA, porem é visto com muito desprezo pela imprensa.Ora, se os gols de Friedreich sao coisa do passado , os gols de Pele estão a meio passo de virar passado.Se na epoca de Friedreich o futebol era amador , na era de Pele o futebol era SEmi amador, pois eram os jogadores que costuravam os uniformes e os premios pela conquista de uma copa do mundo eram terno e bicicleta.
Os meios usados para divulgar a imagem de Pele não sao mais usados e nisto ele foi beneficiado.Hoje existe muita informação muito recurso de cameras e muito acesso á informação e ninguém é obrigado a acreditar naquilo que não ve, hoje nada que acontece dentro de campo pode ser escondido ou aumentado.Nos fins dos anos 50 e inicio dos anos 60 as pessoas so conheciam Pele pelo radio e pelo Canal 100, que era um compacto cuidadosamente editado, pelo radio , como ninguém estava vendo podia -se exagerar a vontade.
Com isto, jogos cansativos para as gerações de hoje como Santos x Botafogo pela Taça Brasil de 63 e Santos2 x BocaJunior 1 pela libertadores de 63 , foram rotulados de “jogos memoráveis”, exporadicamente a Tv Cultura exibe na integra estes jogos.A jogada de Garrincha no jogo contra a Espanha na Copa 62 é descrita como “jogada Antologica”, porém hoje para uma jogada super comum. Com o inicio da popularização da Tv e as primeiras transmissões ao vivo ou VT , houve uma certa frustração:aquilo que se via não batia com o que se ouvia, as vezes a pessoa precisava assistir um jogo inteiro para uma jogada genial e pelo radio a todo momento aconteciam “jogadas geniais”
Para contornar a situação, a imprensa esportiva deu a curiosa explicação: “Pele mudou seu estilo de jogar , antes jogava para a plateia , agora joga para a equipe”.Expllicação curiosa, pois com o advento da tv a plateia ficou muito maior e neste momento é abandonada pelo “rei”.
Outro fato curioso é que a imprensa da epoca era muito parcial com Pele;se jogava bem era genio, se jogava mal a não era criticado e dizia -se que pele é sem comentario e para isto recorreu -se á expressão Hors-concur, aplicada de maneira incorreta.em qualquer evento , o participante hors_concur não julgado , nem bem, nem mal, mas também não compete e não interfere no resultado do evento.Ora Pele competia, interferia no resultado do evento, marcava gols , cometia e sofria faltas etc.Resumindo; um hors-concurs muito conveniente. Muito bom esse tipo de matéria para mostrar que o brasileiro se deixa enganar com facilidade. O futebol dos últimos vinte anos é muito diferente do jogado ao tempo do Pelé. Dizer que ele foi o melhor e que é incomparável, é uma bobagem típica de pessoas que insistem em não olhar as transformações de frente. Pelé foi o melhor do tempo dele, e até isto é questionável. Mas o Maradona foi o maior também à época dele. O Ronaldo Fenomeno idem. Hoje temos o Messi. E depois surgirá outro. Chega dessa babuzeira tola de querer quer todos aceitem um “rei”. Essa máscara caiu. Aceitem ou não aceitem. Na época do Pelé, os zagueiros não sabiam nem o que era marcação, e os goleiros não entendiam quase nada sobre posicionamento,isto aliado ao fato dos resultados dos jogos serem 13 x 0, 8 x 0 fica fácil fazer 1286 gols. Hoje o futebol é muito mais dinâmico, com jogos mais apertados e com muitas táticas sendo utilizadas para se conseguir vencer.
Se jogadores da atualidade preparados para jogar contra defesas de alto nível jogassem na época de Pelé seria covardia, pois fariam muito mais do que Pelé fez.
E não venha me mandar ver o filme do Pelé Eterno que eu já vi e estou dizendo isso com base justamente nele.
Para mim jogadores como Zidane, Messi, Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho, Romário entre vários outras são melhores que este produto da mídia chamado Pelé.
Pelé foi craque na sua época devido a facilidade de jogar futebol naquele período, no futebol atual ele seria apenas mais um."

Matheus disse...

Queria também que me desse opinião sobre esse comentário abaixo:
"Nunca gostei destes comentários xingativos que defensores do futebol de antigamente costumam fazer quando alguém aparece com uma opinião diferente. Sabe o que eu fiz então para não ficar nessa discussão sem fim? Assisti VTs completos de jogos de antigamente (o Youtube está cheio destes videos). É claro que uma análise justa só seria possível se eu assistisse a uma infinidade de jogos daquela época. Como isso não seria possível, escolhi apenas analisar a seleção de 70, eleita a “melhor equipe de futebol de todos os tempos”. Assistindo aos jogos completos contra a Inglaterra e o Uruguai, contatei o seguinte (antes de reclamar, vá no Youtube e constate por si só): – São poucos os lances em que o Brasil acerta mais de 3 passes seguidos; – Tostão dificilmente dá prosseguimento a uma jogada, perdendo as bolas geralmente para o primeiro marcador que ele tenta driblar ou errando a maior parte das triangulações); – Brito erra passes bobos na defesa, errando 2 passe em menos de 10 minutos dando contra-ataques à equipe do Uruguai, que marcou um gol em um deles (imagina se fosse hoje em dia!); – Não lembro de ter visto Carlos Alberto, eleito o melhor lateral direito de todos os tempos, acertar um cruzamento; – Rivelino tenta muitos lançamentos e não acerta nem 10%; – Félix não sabe pular. O único ponto positivo para mim são as atuações do Jairzinho e uns poucos lances do Pelé, que precisa de uma análise menos rigorosa pois já tratava-se de um jogador com quase 30 anos. Após eu ver essa imagem criada em torno da seleção de 70 desabar, pensei: “Será que a seleção de 58 também é um produto da mídia?”. Analisei 2 jogos: semi-final contra a França e final contra a Suécia. Sabe a que conclusão eu cheguei? Foi que a seleção de 58, muito menos badalada, apresenta um futebol muito mais vistoso e desse sim eu gostei. Inclusive o recém-falecido Bellini cresceu muito no meu conceito. Tenho que admitir também que o Pelé , em início de carreira, errava muitos passes."

rbn disse...

Respondendo rápido, o que está escrito nos comentários eu já li várias vezes em vários sites, é sempre a mesma coisa....os caras analisam uma meia duzia de jogos e acham que o futebol era só aquilo, não interessando a eles que a Inglaterra era um timaço e campeã mundial ou que jogo contra o Uruguai raramente é fácil...

Quem faz esses comentários geralmente não diz com qual time ou seleção o futebol de antigamente pode ser comparado, apenas diz "futebol de hoje"...qual futebol?

O futebol atual dos times brasileiros, esta merda que só erra passes e ninguém sabe dominar uma bola, onde o Cruzeiro é o campeão porque erra menos passes que os outros?

O futebol europeu, onde a tática é sempre a mesma, que é roubar a bola no meio campo e lançar contrataques, tentando achar alguém livre atrás da linha burra?

Tirando Messi, CR7 e mais um ou dois, quem é faz a diferença hoje em dia?Nem Messi nem CR7 acertam tudo em todos os jogos, nem nenhum outro craque acertou tudo em todos os jogos...o super Barcelona, com o super Messi e tudo, levou 4 x 0 do Bayern em Munique e na semana seguinte, levou sonoros 3 x 0 em casa pela Champions League em 2012, o melhor ano na carreira de Messi...

O super Bayern do ano passado foi esmagado pelo Real por 4 x 0, em pleno estádio de Munique...

Sobre Cruyff, foi apenas o capitão e o melhor jogador do time que revolucionou o futebol : A HOLANDA DE 1974, QUE INVENTOU A LINHA DE IMPEDIMENTO HÁ 40 ANOS ATRÁS.E como voce sabe, as defesas até hoje jogam em linha pra botar o atacante em impedimento, além de ser o melhor jogador holandês de todos os tempos e um dos melhores da história do futebol...

Sobre o "melhor da época dele", os caras até tem razão: Maradona pode ter sido o melhor da época dele, eu acho que foi Zico, teve azar de não ganhar Copa.

Romário, Ronaldo, Zidane, Messi, Cruyff, Di Stefano, Puskas entre outros até podem ter sido os melhores da época deles, mas o que voce sempre ouviu, ouve e ouvirá é que Pelé foi o melhor de todos as épocas, porque é com Pelé que todos acima foram comparados...e porque em todas as épocas, nunca houve ninguém que igualasse - nem chegou perto - os números, títulos individuais e coletivos e recordes que Pelé tem...

Para ser igual a Pelé, alguém teria que fazer esta lista de tarefas numa só vida:
-ganhar 3 Copas( e teria que ganhar a 1ª Copa com 17 anos de idade e fazer 6 gols em 4 jogos),
-ganhar 6 campeonatos brasileiros,
-2 libertadores consecutivas,
-2 mundiais consecutivos,
-11 campeonatos estaduais,
-marcar mais de 1000 gols (antes dos 30 anos )
-entre todos os atletas olímpicos de todos os tempos, ser eleito o atleta do século pelo Comitê Olímpico Internacional, sem nunca ter participado de uma Olimpiada
- ser o único jogador de futebol que não é britânico que recebeu o título de Sir da Rainha da Inglaterra

Para superar Pelé, alguém teria que fazer melhor do que tudo isto, mas esta lista acima tem muito mais coisas...

Eu gostaria de perguntar a quem escreveu os comentários se conhece alguém que tenha feito igual ou melhor...ou se o Comitê Olímpico Internacional e a Rainha da Inglaterra são burros...ou se tudo isso é apenas produto de propaganda da mídia...

Deixo aqui no link abaixo um canal no youtube sobre Pelé...também tem Rivellino, Zico, Romario e Ronaldo...e voce vai ver que nosso maior craque hoje em dia, Neymar, ia ter muita dificuldade em ser titular naquela época...

https://www.youtube.com/channel/UCpJ2a_Xjc4DmlcwXR0zGXNw

Matheus disse...

Realmente falta criatividade a maioria dos críticos de Pelé. Só sabem dizer que o futebol evolui e que Pelé hoje seria normal. Um cara assistiu o jogo contra o Uruguai e escreveu: "como o jogo era lento, Pelé hoje nem ia jogar, ia ser horrível". É quase sempre isso que dizem. Um só jogo não permite conclusões. A final da Copa de 58 foi bem mais corrida. Meu irmão do meio, Dieimy, mesmo considerando que hoje talvez Pelé não fizesse mais de 1000 gols pela evolução do futebol e maior dificuldade de fazer gols nos dias atuais, considera uma grande besteira dizer que Pelé não poderia se destacar de jeito nenhum hoje. Afinal, se dizer que Pelé foi o atleta do século é exagero, como alegam esses críticos, quando dizem que Pelé hoje seria normal eles apenas saem de um extremo e caem em outro. E ainda querem se passar por "críticos". Agora, gostaria que você me dissesse mais sobre os argumentos de um cara ali que falou da questão de que pelo rádio aconteciam o tempo todo jogadas geniais, compactos, jogos cansativos para os dias de hoje foram rotulados de memoráveis, que a imprensa era parcial com Pelé, que jogadas geniais do passado hoje são repetidas rotineiramente... Você leu todos os comentários, sabe de qual estou falando. Gostaria também que você postasse outros comentários aqui explicando detalhadamente cada um dos argumentos utilizados para criticar Pelé nesses enormes comentários que o pessoal postou e eu enviei. Enfim. Obrigado.

rbn disse...

A maioria dos críticos de Pelé demonstram antes de tudo falta de conhecimento, não sabem metade do que Pelé fez no futebol, acham que em 1 ou 2 jogos já viram tudo...

Como já disse, na época de Pelé ninguém entrava de primeira pra não levar um drible desmoralizante porque o pessoal tinha habilidade, tinha bom passe e tinha muito mais pontaria do que hoje em dia...

Se voce foi ver o link dos vídeos de Pelé, Rivellino e Zico, voce viu como é que era...pareciam jogadores de playstation...

Já reparou que bater penalty hoje em dia é uma dificuldade imensa???Já reparou quantos penaltis são perdidos hoje em dia, seja por craques ou pernas de pau???

Antigamente, raramente alguém perdia penalty, e os goleiros, assim como hoje, também se mexiam, faziam catimba e avançavam meio metro ou mais, e a prova disso é o gol 1000 de Pelé...o goleiro do Vasco avançou pelo menos 1 metro...

Eu vejo Messi, CR7, Rooney, Falcao, e outros craques da atualidade jogarem todas as semanas, ao vivo, a cores e em HD, e nenhum deles joga bem ou dá espetáculo em todos os jogos...como via Ronaldinho, Ronaldo, Rivaldo, e outros, e também nenhum deles jogou bem e deu espetáculo em todos os jogos...

A imprensa é sempre parcial com o craque, porque qualquer um gosta de ver um craque jogar bola, de ver um craque decidir um jogo, de ver um craque inventar um gol do nada...hoje em dia, a imprensa é parcial com Messi e CR7, a imprensa brasileira agora é super parcial com Neymar, como foi com Romário, Ronaldo, Zico, Rivellino, Garrincha e...Pelé.

A imprensa não inventou nada, os números de Pelé estão aí pra todo mundo ver...o que acontece é que alguns poucos recordes de Pelé já foram quebrados e outros poucos ainda podem podem ser igualados ou quebrados, mas por vários jogadores, de vários países em várias épocas...mas eu penso que TODOS os recordes de Pelé JUNTOS jamais serão igualados ou superados por um só jogador, percebeu?

Por isso é que Pelé, quer queiram ou não, é o melhor de todos os tempos...podem discutir se os gols são ou não oficiais( até Pelé parar de jogar, ninguém no mundo jamais se preocupou com esta merda de gol oficial, apenas contavam os gols), e com isso, arranjarem argumentos para dizerem que Romário ou outro qualquer fez mais gols, mas ninguém nunca poderá dizer que Pelé não fez 1281, 1283 ou 1285 gols, porque todos os gols e todos os jogos estão neste link

http://www.campeoesdofutebol.com.br/pele_jogos.html

Veja com seus próprios olhos...

Matheus disse...

Concordo. Agora, se lembra de quando eu falei que tem gente que adora postar vídeos de lances errados de Pelé para chamá-lo de produto da mídia? Abaixo estão os links dos vídeos e a besteira que esse cara teve ousadia em dizer:
"Este vídeo foi feito para que os mais jovens possam conhecer realmente quem foi Pelé: Uma cria da mídia, louca para fabricar herois. Ao todo, são 65 lances tirados de apenas 5 partidas ( imagine se fossem durante uma temporada toda..rs.). O jogo se desenrolava numa velocidade de dar sono e havia 2 vezes mais tempo para se pensar numa jogada, e assim mesmo cometiam erros infantis. A diferença entre futebol amador e profissional era muito pequena e profissionalismo mesmo só alguns países america do sul e alguns da europa, sendo que o leste europeu era todo amador, inclusive União Soviética, que englobava todas as recentes republicas que se formaram. Algumas coisas contribuiram para a criação desta mentira Pelé: 1) A ditadura militar, que estava interessada fazer do Brasil a terra do benvirá. 2) A falta de transmissões por tv. que fazia com que o ouvinte do rádio tivesse uma visão distorcida da realidade, pois o "speaker" narrava com emoção para atrair a audiencia ( com o advento do video tape foi cômico ver que os lances eram tão diferentes dos narrados no rádio.). 3) O Brasil viveu uma euforia na década de 60, pois tudo daqui era melhor na concepção da mídia: Maria Esther Bueno era a melhor tenista do mundo, Marta Rocha era a mais linda do mundo, Eder Jôfre era o maior pulgilista de todos os tempos, etc. 4) O futebol virou uma fonte de integração como uma semente de globalizacão com os interesses das grandes marcas que apareceram Adidas principalmente, tinhamos então que levar materias esportivos para o mundo todo.........continuo.....depois..."
E ele ainda escreveu isso:
"Eu fiz este trabalho para que os mais jovens vejam quem foi Pelé pelas imagens e não pelas mentiras de uma mídia falsa. Aqui temos dois jogos com placares semelhantes: 4x0, e a partir dos jogos completos, foram tomadas todas as imagens quando eles participam das jogadas. Fica cômico querer comparar, pois pelé não toca na bola nem 25 % do que Messi ( Pelé tocou 38 vezes, Messi 132), Pelé errou mais de 50 % dos passes e perdeu mais de 50 % das bolas dominadas. Messi em mais de cem participações, errou apenas 3 passes e perdeu apenas 2 bolas.....Pelé em 38 perdeu a bola em 14 oportunidades e errou outros 10 passes, fazendo algumas jogadas até ridiculas. Mas vejam voces mesmo os dois atuando e tirem suas conclusões....."
E por fim, escreveu isso:
"Este vídeo, assim como o outro que fiz e coloquei no youtube que vocês podem procurar: "Pelé eterno.....enganador", serviu para confirmar uma coisa que desde há muito tempo eu tenho como uma desgraça para a nossa sociedade: As pessoas preferem usar o cérebro de outros que o seu próprio, como se ele fosse gastar. Por mais que vejam imagens da época, vendo que estão sendo enganadas, preferem seguir como gado, perpetuando assim as mentiras que fazem mitos, bandidos, heróis e vilões.......Meus caros amigos, sigam tuas vidas como quiserem....seja usando os teus raciocínios ou de outrem, pois o mundo ao meu ver jamais deixará de ser diferente do que sempre vimos: Uma turba ignara guiada pela varinha dos meios de comunicação, que por sinal nada de bom nos trazem. "
Os links dos vídeos estão aqui:
https://www.youtube.com/watch?v=L0GOQp-GuFc
https://www.youtube.com/watch?v=oTd-ggXjE_I
Gostaria também que você postasse artigos no seu site para todo mundo ver e entender porque cada um dos argumentos utilizados para criticar Pelé nesses enormes comentários que o pessoal postou e eu te enviei está equivocado. Obrigado.

Matheus disse...

E ainda teve um cara que disse isso:
"cara abra sua mente e veja se pelé jogasse hoje em dia seria um jogador mediano"

Matheus disse...

E uns que falaram isso entre os comentários do vídeo:
"kkkkkk....se acompanha futebol há 40 anos nunca viu Pelé jogar......pegue o vídeo no youtube com o título seguinte:
Pelé eterno.....enganador aí sim vc. poderá dizer que conheceu Pelé......de resto vc. se apoia em bobagens proferidas pela imprensa medíocre tipo Galvão Bueno....."
"Eusébio e Puskas fariam 1600 gols cada, Gerd Muller faria 2400 gols, por aí, porque esses caras jogaram na época do Pelé e tiveram média de gols tão boas ou melhor que o Pelé. Mais uma prova de que Pelé não é tudo isso que alguns falam."

Matheus disse...

Essa também me deixou intrigado:
"Pelé e a mídia em geral adoram distorcer a realidade. Em reportagem recente do G1, eles fizeram um comparativo Messi x Pelé, falando que Messi tinha apenas 30 títulos e Pelé, 60. Mas dos 30 de Messi, 21 eram oficiais. E ele está prestes a conquistar o 22º (espanhol 2012/2013). E na comparação dos gols, eles não citam em nenhum momento que Pelé possui apenas 743 oficiais. Mas a contabilização do Messi são apenas dos oficiais. Utilizando tais artimanhas, fica fácil manter o mito PELÉ.
paulo rafael falou tudo nem preciso dizer nada, 60 titulos kkkkkkkkkkkkkk tudo titulo bosta pega a wiki do pele e nem assistencia o cara tinha po nao to pegando por este exemplo de video sei que pele era milhoes de vezes melhor do que nesse video, mais messi é mais completo mais visao de jogo pessa MUITO mais digo MUITOOOOOOOOOOOOO melhor do que o pele, PELÉ epoca dele, nao da pra comparar com futebol de hj em dia, hj é UFCBALL, e messi deixa diariamente 3 a 6 jogadores pra traz e recebe muita pohada se quizer ver tem o video ae no youtube O HOMEN QUE SE RECUSA A CAIR, por tanto e inquanto ao velho argumento das copas, todos nos sabemos que pele nao foi o protagonista de duas dessas 3 copas, agradeça a garrincha, e outra pele mesmo assumiu em um programa na bandeirantes que hj em dia ele nao faria 100 gols, ele foi melhor na epoca dele volto a repitir mais hj em dia fio, o reino é de um argentino que nunca vi igual chamado LIONEL MESSI recordista do guines e melhor jogador que ja vi, 91 gols em 1 ano poha!!!"

rbn disse...

Matheus, as críticas são exatamente as mesmas com palavras diferentes...esse vídeo "pele eterno enganador" eu já vi, e qualquer dia desses vou publicar com o título de "Pelé também teve seus dias de perna-de-pau":-)

Mas se voce reparar, no youtube existem pouquíssimos vídeos iguais a esse "enganador", e eu acho que é mesmo o único:-)...

Entretanto, voce já deve ter reparado que existem milhares de vídeos publicados sobre Pelé por milhares de pessoas e TVs de todo o planeta... que não chamam Pelé de enganador... chamam de Rei, Genio, de melhor, de incomparável, e etc etc etc...

Este "crítico" é tão burro que usa como argumento que Galvão Bueno e outros locutores brasileiros foram quem "fabricaram" o mito... Galvão Bueno e outros locutores brasileiros são conhecidíssimos no Brasil, mas no resto do mundo ninguém ou quase ninguém os conhece...como é que esses locutores que ninguém conhece fora do Brasil podiam fabricar um mito que fosse famoso e respeitado no mundo inteiro???

Messi é bom, é craque, é fora-de-série, mas se fosse mesmo bom, com 27 anos tinha ganho a Copa 2014...na Copa de 2010, com 23 anos, foi goleado nos 4ºs de final por 4 x 0 pela mesma Alemanha...e na Copa de 2006 com 19 anos, era reserva...não entrou como titular em nenhum jogo...

O que dá mais jeito é o que as pessoas usam como argumento:
por exemplo, Messi no ano de 2012 fez 91 gols oficiais, o que significa que contaram os gols de Messi da temporada 2011/2012 e 2012/2013, mais os jogos na seleção (como voce sabe a temporada dos campeonatos na europa começam em agosto e terminam em maio do ano seguinte)...numa temporada oficial, a de 2011/2012, Messi fez 78 gols, mas dá mais jeito dizer o ano de 2012 porque em duas temporadas oficiais( 2011/2012 e 2012/2013) fez mais 13 gols, só que contaram os 3 gols que Messi jogando pela seleção principal, fez no time olímpico sub-23 do Brasil, e não na seleção principal do Brasil, portanto não era jogo oficial...dá bastante jeito para argumentar...

E como voce sabe, no Brasil as temporadas dos campeonatos estaduais e brasileiro começam em janeiro e terminam em dezembro...
Pelé no ano de 1958, com 17 ANOS até 23 de outubro e 18 após 23 de outubro, fez 126 gols numa só temporada !!!Mas querem lhe roubar 49 gols, com o argumento de foram marcados em jogos amistosos...se roubarem 5 ou 10 gols a qualquer jogador em 10 anos, o sujeito ia ficar furioso...imagina se te roubarem 49 gols num ano...


"65 lances ( vamos exagerar ao máximo e dizer que cada lance foi de um minuto: 60 minutos ou 1 hora no máximo) tirados de 5 partidas ( 450 minutos ou 7 horas e 30 minutos)..."

Fazendo as contas, e exagerando nos lances ruins como se durassem 1 minuto, esse sujeito escolheu 12 minutos de lances ruins de Pelé por jogo, mas um jogo de futebol tem 90 minutos, portanto falta mostrar os outros 78 minutos, certo?

Fazendo as contas, Pelé só seria perna-de-pau e faria lances ruins em cerca de 10% ou 12% do jogo, certo?sobravam 90% ou 88%...

Fazendo as contas, se numa temporada de, digamos 60 jogos por exemplo, num total de 5.400 minutos ou 90 horas, Pelé só jogaria mal e faria lances de perna-de-pau durante 9 ou 10 horas mais ou menos, certo?...sobravam 80 horas...

Portanto alguns "críticos" espertalhões além de darem tiros nos próprios pés, ainda ajudam a valorizar a carreira de Pelé, porque não mostram os lances bons ( nem digo os lances e gols geniais)...um claro sinal de inveja e má fé pelo fato de não colocar em condições de igualdade os lances bons e os lances ruins, porque sabem que os lances bons vão ganhar de goleada...

Bom mesmo era se a seleção brasileira tivesse apenas 65 lances ruins a cada 5 jogos...era sinal que tinhamos uma super seleção capaz de dar o troco dos 7 x 1 na Alemanha:-)

rbn disse...

Eusébio e Puskas nunca marcaram 1600 gols cada um... nem juntando os dois dá 1600...

Eusébio: No Benfica, 614 gols em 638 jogos num campeonato português onde a disputa era apenas entre dois clubes na época: Benfica e Sporting.Na seleção, 41 gols em 64 jogos.No total, 733 gols em 745 jogos, contando com 4 anos jogando o "fortíssimo" campeonato de Moçambique antes de ir pro Benfica, mas não há a lista completa de jogos em lugar nenhum na net...
Puskas fez 689 gols, outros dizem que foram 591, outros dizem que foram 550, mas também não há a lista completa de todos os jogos e gols dele em lugar nenhum...portanto os dois juntos fizeram cerca de 1400 gols, ficam faltando 200 gols pra chegar aos tais 1600 gols que o "crítico" escreveu, portanto este "crítico" antes de criticar, devia primeiro ter certeza do que escreve, coisa que não fez...por má fé...

Abraço

Matheus disse...

Obrigado por responder. Quero que pense bem na minha proposta de fazer artigos no site desmistificando tudo o que dizem nesses comentários que eu postei aqui, além de vários outros disponíveis na internet. Você aceita?

Matheus disse...

Analise esses comentários detalhadamente e tudo que é dito neles, por favor:
"Dario Maravilha marcou mais gols que Garrincha e sera que alguem tem a coragem de dizer que Dario foi melhor que Garrincha.
Friedreich marcou 1329 gols considerados pela FiFA, porem é visto com muito desprezo pela imprensa.Ora, se os gols de Friedreich sao coisa do passado , os gols de Pele estão a meio passo de virar passado.Se na epoca de Friedreich o futebol era amador , na era de Pele o futebol era SEmi amador, pois eram os jogadores que costuravam os uniformes e os premios pela conquista de uma copa do mundo eram terno e bicicleta.
Os meios usados para divulgar a imagem de Pele não sao mais usados e nisto ele foi beneficiado.Hoje existe muita informação muito recurso de cameras e ninguém é obrigado a acreditar naquilo que não ve, hoje nada que acontece dentro de campo pode ser escondido ou aumentado.Nos fins dos anos 50 e inicio dos anos 60 as pessoas so conheciam Pele pelo radio e pelo Canal 100, que era um compacto cuidadosamente editado, pelo radio , como ninguém estava vendo podia -se exagerar a vontade.
Com isto, jogos cansativos para as gerações de hoje como Santos x Botafogo pela Taça Brasil de 63 e Santos2 x BocaJunior 1 pela libertadores de 63 , foram rotulados de “jogos memoráveis”, exporadicamente a Tv Cultura exibe na integra estes jogos.A jogada de Garrincha no jogo contra a Espanha na Copa 62 é descrita como “jogada Antologica”, porém hoje para uma jogada super comum. A descrença das gerações atuais em relação ao “rei” é muito grande e as gerações passadas começam a ter coragem de rever seus conceitos quando se ve os precarios videos da decada de 60 e percebe-se que as tais “jogadas geniais” hoje sao repetidas rotineiramente , inclusive por jogadores sem expressão:
O gol do final da copa da Suecia já aconteceu várias vezes em jogos da serie B do campeonato paulista.
Com o inicio da popularização da Tv e as primeiras transmissões ao vivo ou VT , houve uma certa frustração:aquilo que se via não batia com o que se ouvia, as vezes a pessoa precisava assistir um jogo inteiro para uma jogada genial e pelo radio a todo momento aconteciam “jogadas geniais”
Para contornar a situação, a imprensa esportiva deu a curiosa explicação: “Pele mudou seu estilo de jogar , antes jogava para a plateia , agora joga para a equipe”.Explicação curiosa, pois com o advento da tv a plateia ficou muito maior e neste momento é abandonada pelo “rei” . "

Matheus disse...

Analise esses comentários detalhadamente e tudo que é dito neles, por favor:
"Pelé foi craque na sua época devido a facilidade de jogar futebol naquele período, no futebol atual ele seria apenas mais um. Na época do Pelé, os zagueiros não sabiam nem o que era marcação, e os goleiros não entendiam quase nada sobre posicionamento,isto aliado ao fato dos resultados dos jogos serem 13 x 0, 8 x 0 fica fácil fazer 1286 gols. Hoje o futebol é muito mais dinâmico, com jogos mais apertados e com muitas táticas sendo utilizadas para se conseguir vencer. Quanto a ver jogos inteiros, voce não se deu ao trabalho de perguntar-me só de afirmar. Vi vários jogos em video e tanto do Santos, Botafogo ou da tão badalada seleção de 70… Alguns jogos bons, nenhum excepcional e a maioria bem monótonos. Inclusive é bom que se diga que
a própria seleção de 70 não fez nenhum jogo acima da média o melhor foi o da final com a Itália. ja ta na hora de pararem com essa palhaçadfa de dizer "nao se compara ninguem conm pelé", qualquer um que entende um minimo das cosias sabe do marketing q existia na epoca pra fazer do pelé uma lenda, e mesmo q voce discorde disso, ainda existe o fator que o futebol evoluiu muito daquela epoca pra ca,aquilo era futebol amador, qualquer jogador daquelas epocas teria que se esforçar muito pra ser alguem no futebol de hoje em dia... até o pelé. Pelé jogava em um tempo que o futebol nem era esse futebol competitivo de hoje, os jogadores tinham vários empregos, antigamente as posições não eram disputadas como hoje em dia, os marcadores eram horríveis e se antes Pelé e cia usava uniformes muitos pesados, chuteiras ruins e bola ruim, TODOS os jogadores usavam tambem, e se hoje os equipamentos são melhores todos usam também ai dá no mesmo, e não venha me dizer que antigamente o futebol brasileiro era difícil como na europa, porque não era!!! e se ainda tá em duvida é só comparar o top 10 gols de Pelé com de Zidane, Cr7, Messi, Maradona, Ronaldinho e outros que faziam e fazem golaços em marcadores e goleiros de verdade. Não se consegue mais com tanta facilidade empurrar goela abaixo os mitos como se fazia outrora. Isto não é privilégio do esporte. Felizmente isto já se aplica em todos os setores da vida. Claro que ainda há muita desinformação, mas a tendência é melhorar e cada vez mais ficará difícil criar ídolos de gesso. Não da pra comparar uma época em que se amarrava cachorro com linguiça com agora. O futebol de hoje em dia é muito mais difícil, a preparação dos jogadores mudou, a estrutura mudou, os técnicos evoluiram muito, os jogadore evoluiram muito, a marcação é muito mais forte, os jogos são muito mais equilibrados, enfim, tudo melhorou, só não ve isso quem é saudosista fanático. E parem de querer dizer que tudo antigamente era melhor, isso é coisa de famático."

Matheus disse...

Também gostaria que você me dissesse o que acha do jogo Brasil e Uruguai na Copa de 70. Eu achei que foi um jogo de baixa qualidade técnica e muito lento, quem vê concorda com essa frase: "O jogo se desenrolava numa velocidade de dar sono e havia 2 vezes mais tempo para se pensar numa jogada, e assim mesmo cometiam erros infantis. A diferença entre futebol amador e profissional era muito pequena e profissionalismo mesmo só alguns países america do sul e alguns da europa, sendo que o leste europeu era todo amador, inclusive União Soviética, que englobava todas as recentes republicas que se formaram. Algumas coisas contribuiram para a criação desta mentira Pelé: 1) A ditadura militar, que estava interessada fazer do Brasil a terra do benvirá. 2) A falta de transmissões por tv. que fazia com que o ouvinte do rádio tivesse uma visão distorcida da realidade, pois o "speaker" narrava com emoção para atrair a audiencia ( com o advento do video tape foi cômico ver que os lances eram tão diferentes dos narrados no rádio.). 3) O Brasil viveu uma euforia na década de 60, pois tudo daqui era melhor na concepção da mídia: Maria Esther Bueno era a melhor tenista do mundo, Marta Rocha era a mais linda do mundo, Eder Jôfre era o maior pulgilista de todos os tempos, etc. 4) O futebol virou uma fonte de integração como uma semente de globalizacão com os interesses das grandes marcas que apareceram Adidas principalmente, tinhamos então que levar materias esportivos para o mundo todo.........continuo.....depois..."
Agora, vi a semi-final do Brasil contra a França na copa de 58 e aconteceram alguns erros infantis, principalmente por parte da França. E também gostaria que analisasse os comentários abaixo e os dois comentários acima que postei no dia 5 de março. Os jogos da copa de 70 foram realmente mais lentos devido a altitude e ao sol forte, né? Obrigado.

Matheus disse...

Outra coisa, li que o motivo de antigamente quase ninguém perder pênalti é que os goleiros de hoje são bem mais treinados nesse aspecto, estudam os batedores adversários etc... Essa eu não vi na internet, mas dita por especialistas do Esporte Espetacular.

Matheus disse...

Também quero que analise detalhadamente tudo que é dito abaixo:
"Ahh!!! Tu está falando da época que se amarrava cachorro com linguíça.
Os tempos mudaram, o futebol mudou. Está mais dinâmico, mais “físico”, mais rápido, ESTÁ MELHOR DO QUE ERA.

Há alguns dias átras assisti, num canal de TV qualquer, o jogo da copa de 1970 entre Brasil e Itália. Os jogadores caminhavam em campo. Ao centro do campo o Gérson, com a bola, tinha HORAS para pensar o que fazer com ela. A marcação não chegava.

Não é por nada que chamam o Pelé de rei do futebol. Claro, se consagrou jogando um futebol ultrapassado. Sem marcação.

No futebol de hoje o jogador não tem tempo para pensar.

Chamar o Pelé de melhor jogador de todos os tempos é uma 'boçalidade'".

rbn disse...

Matheus, os comentários que voce está postando já são repetidos, é sempre a mesma coisa e não vou ficar lendo a mesma coisa o tempo todo.

Já disse que ninguém é perfeito os 90 minutos, é impossível.Nem Jesus Cristo agradou a todo mundo...

Os burros dos "críticos", porque não pensam com a cabeça, já responderam a própria crítica:hoje os goleiros estudam o batedor de penalty porque HÁ INTERNET, HÁ DVD, HÁ HD, HÁ DE TUDO... antigamente não havia...

Vi o jogo Brasil x Uruguai de 1970 ao vivo pela televisão em preto e branco.Nesse jogo além dos 3 gols da vitória, há 3 lances geniais de Pelé que ficaram para sempre na história do futebol...foi chato?Pra mim foi inesquecível a vingança sobre o Uruguai a respeito da Copa de 1950 no Maracanã...

Gerson tinha tempo pra pensar porque ele pensava muito antes dos outros, sabia se colocar em campo e estava sempre livre pra receber a bola...e era tão inteligente que nesse jogo com o Uruguai, jogou recuado de cabeça-de-área e mandou Clodoaldo, que era o cabeça-de-área jogar na posição dele mais adiantado, confundindo a marcação...e tinha uma perna esquerda fabulosa, metia a bola onde queria, mesmo depois de velho nas peladas em Niterói...Paulo Henrique Ganso é mais parecido com Gerson hoje em dia, mas é 10 vezes pior...

Os críticos são tão burros, mas tão burros que escrevem as coisas na net sem pesquisarem: o profissionalismo no futebol brasileiro começou em 1933.

Hoje não acontecem erros infantis?É toda hora, principalmente no futebol brasileiro onde os erros coletivos de posicionamento do meio campo e da defesa são piores do que time de várzea...qualquer time brasileiro tem um buraco entre a defesa e o ataque, além de volantes que nem sequer sabem dominar ou passar uma bola...pega um time organizado pela frente, leva goleada...

A respeito das rádios e goleadas de 13 x 0, antigamente era mais fácil, era mais lento e outras coisas repetidas, já respondi nos comentários acima, não vou repetir...

Já disse que só Brasil Alemanha e Itália (eu citei países, não citei jogadores, porque não há ) ganharam mais copas que Pelé...e se tirar as Copas que Pelé jogou na seleção, o Brasil fica com apenas duas Copas...

Já disse que 3 ou 4 organizações respeitadas no mundo inteiro elegeram Pelé o Atleta( não apenas o jogador, mas o atleta) do Século...

Já disse que Pelé era completo, dominava todos os fundamentos do futebol, inclusive jogou 4 jogos como goleiro

Já disse que quem batizou Pelé de rei não foi ele, mas os estrangeiros...

Já coloquei todos os números e estatísticas de Pelé em relação a todos os jogadores, mortos ou vivos...

E principalmente, já expliquei que alguns jogadores de várias épocas podem igualar ou ultrapassar alguns recordes de Pelé, mas um único jogador sozinho igualar ou ultrapassar Pelé vai ser muito difícil...

Se isso não é o suficiente...vai aqui uma historinha...

"Certa vez, num jogo entre Santos e Noroeste, o time da cidade de Bauru precisava da vitória e tratou de arranjar a partida com o árbitro.
Quando o jogo começou, o Noroeste abriu 1 a 0 em um gol em off-side, que o árbitro, claro, validou. Logo depois, o Santos empatou. O primeiro tempo não terminou enquanto o árbitro não desse um pênalti escandaloso a favor do Noroeste: 2 a 1.
No segundo tempo, o Santos empatou. Perto do final do jogo, corner para o Santos.
Pepe bateu e Pelé marcou de cabeça. O árbitro anula e manda voltar o escanteio, afirmando que ainda não havia autorizado a cobrança.
Pepe bate de novo e Pelé marca outra vez de cabeça. O árbitro anula dizendo que a bola estava fora do lugar na marca de corner.
Depois de muita confusão, Pepe coloca a bola outra vez na marca, espera o árbitro apitar e cobra. Pelé sobe e… Impressionante, marca de cabeça.
Aí, o árbitro virou-se em direção ao banco do Noroeste e abriu os braços como quem diz:
“Não tem jeito!”.
Michel Laurence, ex-diretor de esportes da TV GLOBO, em reportagem da Revista Placar de 1990."

Matheus disse...

Escrevo esse comentário antes de ler sua reposta, vou dividi-la em duas partes: . Sempre houve jogos ruins no futebol, cheios de erros bobos, assim como hoje em dia. E outra, quando o pessoal diz que jogadores de hoje preparados contra fortes defesas fariam muito mais que Pelé se jogassem na época dele e que Pelé hoje seria normal e que qualquer jogador de antigamente está “ultrapassado” taticamente se esquecem de um detalhe: caso nascessem antigamente também estariam limitados as táticas e preparação física daquela época e também não seriam preparados contra defesas tão fortes quanto os padrões atuais. E se jogadores de antigamente nascessem hoje, teriam acesso a todos os recursos físicos, de aperfeiçoamento de habilidades técnicas, capacidade de passar bem a bola sobre grande pressão e noções táticas atuais, além de serem preparados contra as defesas fortes. Além disso, se a marcação era mais fraca que hoje em dia, quando os jogadores chegavam juntos era para arrebentar, a violência corria mais solta. A marcação era mais fraca principalmente pela falta de condicionamento físico que os jogadores tinham, consequentemente os defensores preferiam não avançar muito para não deixar a defesa desguarnecida, por isso havia grande espaço para tocar a bola no meio de campo. E no caso de Pelé, sua impressionante regularidade em toda a carreira, sua titularidade absoluta, seus gols e grandes atuações em jogos decisivos contra grandes times e campeonatos, seus lances que continuam sendo geniais e maravilhosos (dificilmente qualquer grande zagueiro que já existiu, existe ou existirá conseguiria parar Pelé em seus lances) o credenciam como o melhor de todos os tempos, porque futebol é dom natural, treinamentos e táticas são muitos importantes, mas não fazem um craque sozinhas. Isso é algo que nunca mudará no futebol. E se Pelé jogasse hoje seria tão forte, rápido, com os mesmos conhecimentos táticos e recursos de aperfeiçoamento de habilidades técnicas e de passar a bola sobre grande marcação adversária quanto os jogadores atuais, com a diferença de ser gênio. Outro detalhe que se esquecem é que o tempo não para e, se formos utilizar a lógica desses comentários, Messi e CR7 daqui a 50 ou 60 anos também estarão ultrapassados. Então eles perdem seus méritos ou não jogaram nada por causa disso? Não. Uma análise justa do futebol de antigamente só seria possível analisando vários jogos daquela época. Analisar alguns jogos apenas não leva a uma análise justa.

Matheus disse...

Segunda parte: Peço mil desculpas por insistir tanto, prometo que não farei mais isso. Obrigado pela paciência, sei que enchi o saco, é que sou uma pessoa de mente muito confusa, que precisa ouvir uma coisa várias vezes para ter certeza daquilo. Espero que você me desculpe. Agora queria também que você falasse muito detalhadamente esses comentários abaixo: "Quanto a ver jogos inteiros, voce não se deu ao trabalho de perguntar-me só de afirmar. Vi vários jogos em video e tanto do Santos, Botafogo ou da tão badalada seleção de 70… Alguns jogos bons, nenhum excepcional e a maioria bem monótonos. Inclusive é bom que se diga que
a própria seleção de 70 não fez nenhum jogo acima da média. Nos fins dos anos 50 e inicio dos anos 60 as pessoas so conheciam Pele pelo radio e pelo Canal 100, que era um compacto editado, pelo radio, como ninguém estava vendo podia -se exagerar a vontade.
Jogos cansativos para as gerações de hoje como Santos x Botafogo pela Taça Brasil de 63 e Santos x BocaJunior pela libertadores de 63, foram rotulados de jogos memoráveis.A jogada de Garrincha no jogo contra a Espanha na Copa 62 é descrita como jogada Antologica, porém hoje para uma jogada super comum. Com o inicio da popularização da Tv e as primeiras transmissões ao vivo ou VT, houve uma certa frustração:aquilo que se via não batia com o que se ouvia, as vezes a pessoa precisava assistir um jogo inteiro para uma jogada genial e pelo radio a todo momento aconteciam jogadas geniais
Para contornar a situação, a imprensa esportiva deu a curiosa explicação: Pele mudou seu estilo de jogar , antes jogava para a plateia , agora joga para a equipe. Explicação curiosa, pois com o advento da tv a plateia ficou muito maior e neste momento é abandonada pelo rei. O futebol de hoje em dia é muito mais difícil, a preparação dos jogadores mudou, a estrutura mudou, os técnicos evoluiram muito, os jogadore evoluiram muito, a marcação é muito mais forte, os jogos são muito mais equilibrados, enfim, tudo melhorou, só não ve isso quem é saudosista fanático, ou quem não quer enxergar a realidade. ridiculo essa comparação, é impossivel se comparar o futebol de 40 anos atras com o de hoje.. mesmo tendo alguma semelhança.. em 70 jogadores corriam em média 4km, hoje chegam a 11km.. é absurdo fazer essas comparações! ainda mais de jogador por jogador. A descrença das gerações atuais em relação ao “rei” é muito grande e as gerações passadas começam a ter coragem de rever seus conceitos quando se ve os precarios videos da decada de 60 e percebe-se que as tais jogadas geniais hoje sao repetidas rotineiramente , inclusive por jogadores sem expressão". Diga o que acha da minha opinião e desses comentários. É verdade que houve essa decepção em massa com o que se ouvia no rádio e a realidade, que Pelé foi abandonado pela plateia que viu os vídeos dos jogos e que a imprensa teve que inventar a desculpa de que Pelé agora jogava pela equipe, que a lenda de Pelé se espalhou devido a desinformação daquela época se comparada aos dias atuais e que a maioria dos jogos daquela época eram monótonos? Novamente digo obrigado por aguentar e se dispor a conversar comigo. Me desculpe. Abraços.

Matheus disse...

Acrescentando mais uma coisa ao comentário anterior: quais são as dez melhores seleções da história das copas na sua opinião? Gostaria que dissesse na ordem de melhor para pior. E a melhor é a Hungria de 54, Holanda de 74, Brasil de 58 ou Brasil de 70? Depois que você responder eu dou o meu ranking, tá? Obrigado.

Matheus disse...

E não aguentei esperar, aí vai minha lista das melhores seleções da história das copas:
1º - Hungria de 54;
2º - Holanda de 74;
3º - Brasil de 70;
4º - Brasil de 58;
5º - Brasil de 62;
6º - Alemanha de 74;
7º - Brasil de 82;
8º - Brasil de 2002;
9º - Itália de 38;
10º - Espanha de 2010.
Acrescentando mais uma coisa: se realmente qualquer um faria mais de mil gols naquela época, porque outros daquele tempo não fizeram? Agora, acabei de ver comentários nesse link: http://wp.clicrbs.com.br/clubedabolinha/2011/10/17/pele-rebate-messi-e-diz-que-vai-encaminhar-um-dvd-para-que-o-craque-do-barca-o-conheca-melhor/ Percebo que muitos "críticos" de Pelé demonstram uma falta de informação tremenda. Se quiser, veja por si mesmo o baixo nível das discussões e todos os argumentos possíveis que eles utilizam. E tem mais, se formos usar a lógica da evolução do futebol e da marcação para dizer que Pelé hoje seria nada, então esses críticos se quiserem ser coerentes terão que dizer daqui a 50 anos as mesmas coisas de Messi e CR7. Pelé fez vários lances tão geniais e tão maravilhosos que ainda hoje, os zagueiros não conseguiriam parar aqueles lances.

Matheus disse...

Acrescentando mais: a marcação era realmente bem mais frágil, mas daí a dizer que era uma piada, que os zagueiros não sabiam o que era marcação é um grande exagero. Os jogos da Copa de 70 foram mais lentos e com marcação mais solta devido a altitude e ao horário dos jogos. Isso pôde ser percebido sobretudo nos jogos entre equipes européias. E outra, se Pelé não era preparado contra defesas fortes como as de hoje em dia, qualquer craque atual se nascesse antigamente também não seria preparado. Há uma evolução do futebol e se os jogadores de antigamente fossem treinados como os de hoje ainda seriam gênios. Além disso, devemos avaliar cada jogador na sua época e Pelé foi genial na sua época. E mesmo a marcação hoje sendo mais forte, Pelé tinha um timing de drible perfeito.

Matheus disse...

Também quero saber o que você achou da semi-final da copa de 58 entre brasil e frança. Eu achei que, apesar de ser uma partida muito movimentada e cheia de chances de gol, foi um jogo, no primeiro tempo, cheio de isoladas de bola, erros de passe bobos, desequilíbrio e falta de domínio sobre a bola, além de jogadas muito básicas e com os jogadores sem tanta capacidade de passar a bola sobre pressão. Se não assistiu na íntegra, quero que assista e me dê sua opinião para trocarmos ideias. E responda meus comentários anteriores. Obrigado.

Matheus disse...

Estou assistindo a final da Liga dos Campeões de 1961-1962 e o jogo está muito atabalhoado, com erros de passe e chutões. Pelo menos nesse jogo e na semi-final da Copa de 58, não parece ser verdade que antigamente errava-se menos passes, está parecendo mais o contrário. Por outro lado, a final da Copa de 58 foi bem menos atabalhoada, assim como a final da Liga dos Campeões de 1959-1960. O que acha desses jogos? Assista-os ou pelo youtube ou dailymotion e me dê sua opinião. E, por favor, me responda aos comentários anteriores. Desculpe por não resistir a postar sempre novos comentários. Obrigado.

rbn disse...

Caro Matheus, até a década de 80, início dos anos 90, os carros tinham carburador e não tinham ABS no volante.

Hoje em dia os carros tem injeção eletronica e ABS no volante, o que se torna mais fácil dirigir um automóvel do que antigamente.

Juan Manuel Fangio na década de 50 era o pilto de Formula 1 com mais títulos ( no total ) até Schumacher aparecer e vencer 7 vezes o campeonato mundial de F1.
Eu acredito que Senna se não tivesse morrido, pudesse atingir esses 5 títulos e como consequencia, impediria Schummacher de vencer 7, pois como se sabe, Schummacher praticamente não teve adversários à altura durante muito tempo...

Mas Schummacher ou Senna conseguiriam ser campeões pilotando o carro de Fangio, na época de Fangio, sem computadores e outras tecnologias que hoje existem???

Fangio certamente se adaptaria muito mais facilmente e rapidamente aos carros novos cheios de tacnologia do que Schummacher ou Senna aos carros antigos, onde o que contava era a perícia e habilidade dos pilotos e onde os carros eram praticamente todos iguais, com a mesma potencia, só que andavam mais lentos...na F1 de hoje anda-se a 250km com tecnologia, naquela época andava-se a 180 ou 200km sem tecnologia, o que não é pouca coisa... nem muita diferença...

O que tento dizer é que no futebol brasileiro daquela época,em comparação com o de hoje, errava-se pouquíssimos passes, o talento era fundamental para se jogar em qualquer clube grande brasileiro e os craques, que eram muitos, faziam a diferença, e como voce sabe, naquela época, entre 58 e 70, em 12 anos, o Brasil venceu 3 Copas...depois disso o Brasil só venceu duas Copas... em 44 anos...

Eram jogos chatos?Lentos?Não eram muito diferentes do que a gente vê hoje em dia nos campeonatos estaduais ou brasileiros hoje em dia, e não eram piores do que a gente vê hoje em dia nos campeonatos europeus, onde existem raras excessões como o Barcelona, o Real, o Bayern ... e mais qual???

O Chelsea, cheio de estrelas, joga um futebol chato, de retranca e contrataque, assim como a maioria dos times ingleses.Na Espanha, tirando Real e Barça, o resto é tudo contrataque, e o melhor exemplo é o Atlético de Madri, muito brigador e pouco talentoso...

Na Alemanha, o Bayern passeia e os outros brigam pelo 2º lugar, na França o PSG passeia e os outros brigam pelo 2º lugar...Na Itália, a Juventus passeia, e o resto briga pelo vice...

Se é pra comparar times, os europeus correm mais, são muito mais organizados, são mais ricos, onde todos defendem muito e poucos atacam...e tem todos os craques do mundo jogando lá, mas tem apenas 3 ou 4 times que dão espetáculo, o resto é muita briga, muita correria, muita marcação e pouco talento...

Na minha opinião era muito mais fácil Pelé se adaptar à correira de hoje do que os jogadores de hoje se adaptarem aos zagueiros daquela época, porque sobre marcação-pressão Pelé já tava acostumado desde os 17 anos...tinha sempre uma colado nele e mais um ou dois na sobra...

Se faltava velocidade, sobrava talento, se erravam passes, erravam muito menos do que hoje em dia...e o fato de ter posse de bola hoje em dia não significa rigorosamente nada...o craque fica 89 minutos sem tocar na bola, mas em um minuto, pode resolver um jogo...hoje em dia é igual...os craques de hoje podem passar o jogo todo não fazendo nada, mas numa falta ou numa assistencia perfeita resolvem o jogo...

Pergunta a quem tem mais de 40 anos como era dirigir um carro com volante duro sem ABS e com carburador, que quando entupia, tinha que puxar o afogador e hoje em dia o próprio automóvel quase se liga e anda sozinho com injeção eletronica e tecnologias...pergunte a quem tem mais de 40 anos se ele teve alguma dificuldade em se adaptar aos carros novos...e se voce tiver chance, vai tentar dirigir um carro dos anos 70...

rbn disse...

Minha seleção é a de 58-62(tinha Pelé e Garrincha), depois a de 70 e depois a de 82, os melhores times da Copa do Mundo, sendo a de 82 a única que não foi campeã, mas era muitíssimo melhor que as de 94 e 2002...as seleções estrangeiras depende da fase...

A Alemanha de Beckenbauer foi campeã em cima da Holanda de Cruyff, a Alemanha de Neuer foi campeã em cima de Messi, a Alemanha de Matthaus em 90 foi campeã em cima de Maradona, que foi campeão em cima da Alemanha em 86, 4 anos antes...

Voce vendo Messi jogar hoje em dia é quase como se estivesse a ver Pelé jogar...quem entra de primeira em Messi vai ser driblado, vai ser humilhado...a diferença é que Pelé tinha muito mais soluções pra escapar dos marcadores, muito mais técnica, muito mais velocidade, muito mais explosão, muito mais tudo... e era jogador de clube e de seleção...ao contrário de Messi, que só ganha título e só joga bem no clube...

Por isso toda a vez que surge um novo "messi", ou um novo "melhor de todos os tempos" desde a década de 70, eles nunca comparam Messi com Maradona, nem Maradona com Di Stefano, nem Di Stefano com Messi, nem messi com Cruyff, nem CR7 com Eusébio, nem Puskas com Zidane...a comparação de todos eles sobre quem é ou foi melhor, mais os que ainda vão surgir no futebol, é sempre com Pelé...

Matheus disse...

Desculpe se eu dei a entender que acho os jogos de antigamente chatos. Havia jogos bons e ruins como em todos os tempos. Concordo com o que você falou. Agora, se o futebol da década de 50 era bem mais atabalhoado, penso que antes de criticar os jogadores, as pessoas devem pensar que todo jogador está limitado ao seu tempo, aos recursos de seu tempo, assim como os jogadores de hoje, se jogassem naquela época, teriam as mesmas limitações. Cada um deve ser avaliado de acordo em sua época e eles foram geniais em sua época. Hoje, se tivessem acesso a esses recursos de treinamento, noções de posicionamento, aperfeiçoamento de habilidades técnicas, capacidade de passar a bola sobre grande pressão, táticas e preparo físico poderiam brilhar, pois futebol é, acima de tudo, um dom natural. Queria que você me dissesse mais detalhadamente o que acha da minha lista de seleções e também o que acha da Hungria de 54 e Holanda de 74, que acho que foram melhores que o Brasil de 82, não nas campanhas, mas na qualidade do futebol. Acho que os gramados ruins também deviam ser um dos motivos dos jogadores se desequilibrarem tanto. Os jogadores de hoje sofrem com gramados que, mesmo sendo ruins, são bem melhores que os de antigamente. Além disso, o futebol não para de evoluir. Outro erro que muitos críticos de Pelé cometem é não conseguir separar o Pelé jogador do Pelé pessoa. A maioria dos críticos de Pelé são desinformados, há quem diga que Garrincha fez Pelé, sem saber que ambos só jogaram juntos pela seleção brasileira, ou que Pelé não tinha físico e biotipo de atleta para se adaptar aos dias atuais. As jogadas de Pelé continuam sendo geniais e maravilhosas. Agora, gostaria que você me desse opinião sobre os jogos que pedi que você assistisse nos comentários anteriores. E me diga, por favor, se é verdade que houve uma decepção em massa quando as pessoas que ouviram os jogos pelo rádio os viram pela TV, se por causa disso a imprensa inventou que Pelé agora jogava pela equipe. Obrigado.

Matheus disse...

Além disso, gostaria que me dissesse o que achou da Copa de 2014. Acho que foi uma Copa tão boa como há tempos não se via, mais precisamente desde a Copa de 98. Corrigindo meu comentário anterior, onde está escrito "não nas campanhas" era para ser "não só nas campanhas". Obrigado por se dispor a trocar ideias comigo.

Matheus disse...

Mais uma pergunta, além das que fiz nos dois comentários anteriores e que gostaria que também me respondesse. Quem é melhor: Zidane ou Platini? Obrigado.

Template - Dicas para Blogs